Fenícia

http://pt.dbpedia.org/resource/Fenícia an entity of type: Thing

Fenícia (em fenício: ��‏��‏��‏��‏, Knaˁn; em hebraico: כנען; transl.: Kna'an; em grego clássico: Φοινίκη; transl.: Phoiníkē; em latim: Phœnicia; em árabe: فينيقيا) foi uma civilização da Antiguidade cujo epicentro se localizava no norte da antiga Canaã, ao longo das regiões litorâneas dos atuais Líbano, Síria e norte de Israel. A civilização fenícia foi uma cultura comercial marítima empreendedora que se espalhou por todo o mar Mediterrâneo durante o período que foi de 1 500 a.C. a 300 a.C. Os fenícios realizavam comércio através da galé, um veículo movido a velas e remos, e são creditados como os inventores dos birremes.
Fenícia 
xsd:integer 1987  2000 
xsd:integer 814  969  1000 
xsd:integer 814  969  1000 
Markoe, Glenn 
Todd, Malcolm, Andrew Fleming 
Flag Tanit Symbol cropped.svg 
Standard of Cyrus the Great .svg 
Tiro 
Ásia, Europa e África 
xsd:integer 1200 
xsd:integer 200000 
Longman 
University of California Press 
Antiguidade clássica 
Hairam funda Biblos 
Hirão funda Tiro 
Pigmaleão funda Cartago 
Ciro conquista a Fenícia 
Monarquia 
ISBN 0-520-226135 
ISBN 0-582-49274-2 , 0-582-49273-4 
Mapa da Fenícia e suas rotas comerciais 
Harlow, Essex 
Ahiram 
Hirão 
Pigmaleão 
Rutas comerciales fenicias-pt.svg 
Fenícia 
xsd:integer 12 
Canaã 
Império Aquemênida 
Civilização cartaginesa 
Phoenicians 
The South West to AD 1,000 
Rei 
Fenícia 
xsd:integer 539 
xsd:integer 1200 
xsd:gYear -1200  -539 
Rei 
Mapa da Fenícia e suas rotas comerciais 
Fenícia (em fenício: ��������, Knaˁn; em hebraico: כנען; transl.: Kna'an; em grego clássico: Φοινίκη; transl.: Phoiníkē; em latim: Phœnicia; em árabe: فينيقيا) foi uma civilização da Antiguidade cujo epicentro se localizava no norte da antiga Canaã, ao longo das regiões litorâneas dos atuais Líbano, Síria e norte de Israel. A civilização fenícia foi uma cultura comercial marítima empreendedora que se espalhou por todo o mar Mediterrâneo durante o período que foi de 1 500 a.C. a 300 a.C. Os fenícios realizavam comércio através da galé, um veículo movido a velas e remos, e são creditados como os inventores dos birremes. Não se conhece com exatidão a que ponto os fenícios viam a si próprios como uma única etnia; sua civilização estava organizada em cidades-estado, de maneira semelhante à Grécia Antiga; cada uma destas constituía uma unidade política independente, que frequentemente entravam em conflito e podiam dominar umas as outras - embora também colaborassem através de ligas e alianças. Embora as fronteiras antigas destas culturas antigas fossem incertas e inconstantes, a cidade de Tiro parece ter marcado seu ponto mais meridional. Sarepta (atual Sarafant), entre Sídon e Tiro, é a cidade mais extensivamente escavada pelos arqueólogos em território fenício. Os fenícios foram a primeira sociedade a fazer uso extenso, a nível estatal, do alfabeto. O alfabeto fonético fenício é tido como o ancestral de todos os alfabetos modernos, embora não representasse as vogais (que foram adicionadas mais tarde pelos gregos). Os fenícios falavam o idioma fenício, que pertence ao grupo canaanita da família linguística semita. Através do comércio marítimo, os fenícios espalharam o uso do alfabeto até o Norte da África e Europa, onde foi adotado pelos antigos gregos, que o passaram aos etruscos, que por sua vez o repassaram aos romanos. Além de suas diversas inscrições, os fenícios deixaram diversos outros tipos de fontes escritas, porém poucas sobreviveram até os dias de hoje. A Preparação Evangélica, de Eusébio de Cesareia, faz citações extensas de Filo de Biblos e Sanconíaton. 
xsd:nonNegativeInteger 386 
Fenícia 
12��‏12px|��‏12px|��‏12px|��‏ 
xsd:integer 14193 
xsd:nonNegativeInteger 41142 
xsd:integer 44979835 

data from the linked data cloud