Fócio

http://pt.dbpedia.org/resource/Fócio an entity of type: Thing

Fócio I de Constantinopla (em grego: Φώτιος; transl.: Phōtios; ca. 810/820 — ca. 893) foi o patriarca de Constantinopla entre 858 e 867 e, novamente, entre 877 e 886 Ele é reconhecido pela Igreja Ortodoxa como São Fócio, o Grande.Fócio é considerado o mais poderoso e influente patriarca de Constantinopla desde João Crisóstomo e como o mais importante intelectual de seu tempo, "a luz do renascimento do século IX". Ele foi uma figura central tanto na conversão dos eslavos ao cristianismo quanto no cisma de Fócio.
Fócio 
xsd:date 2011-08-06 
xsd:integer
Documenta Catholica Omnia 
Facial Chronicle - b.13, p.414 - Photios baptising king of Bulgars.gif 
São Fócio batizando os búlgaros 
Mosteiro de Bordi, na Armênia 
inglês 
Fócio 
São Fócio 
xsd:integer 86 
xsd:integer 858 
Myriobiblos 
Photius.com 
Tertullian.org 
Ícone ortodoxo e Sinaxário da Orthodox Church of America 
Opera Omnia 
xsd:integer 200 
Biografia e tradução das obras de Fócio 
Photius 
São Fócio, o Grande 
Texto completo da Mistagogia do Espírito Santo 
Patriarca de Constantinopla; o Grande 
http://www.documentacatholicaomnia.eu/30_20_0820-0893-_Photius_Constantinopolitanus.html 
http://www.photius.com/photios 
http://www.tertullian.org/fathers/photius_01toc.htm 
http://www.myriobiblos.gr/texts/english/photios_mystagogy.html 
http://encyclopedia.jrank.org/PER_PIG/PHOTIUS_c_82o_891_.html 
http://ocafs.oca.org/FeastSaintsViewer.asp?SID=4&ID=1&FSID=100442 
São Fóciobatizando os búlgaros 
Patriarca de Constantinopla; o Grande 
Fócio I de Constantinopla (em grego: Φώτιος; transl.: Phōtios; ca. 810/820 — ca. 893) foi o patriarca de Constantinopla entre 858 e 867 e, novamente, entre 877 e 886 Ele é reconhecido pela Igreja Ortodoxa como São Fócio, o Grande. Fócio é considerado o mais poderoso e influente patriarca de Constantinopla desde João Crisóstomo e como o mais importante intelectual de seu tempo, "a luz do renascimento do século IX". Ele foi uma figura central tanto na conversão dos eslavos ao cristianismo quanto no cisma de Fócio. Ele era um homem bem educado nascido de uma família nobre de Constantinopla. Seu tio-avô era o falecido patriarca Tarásio. Ele pretendia se tornar um monge, mas escolheu ser um acadêmico e um estadista ao invés disso. Em 858, o imperador Miguel III, o Ébrio (r. 842–867) depôs o patriarca Inácio e Fócio, ainda um leigo, foi levado ao trono patriarcal em seu lugar. Em meio a disputas de poder entre o papa e o imperador bizantino, Inácio foi reconduzido ao cargo e Fócio foi derrubado pela primeira vez. Ele reassumiu a posição com a morte de Inácio em 877 por ordem do imperador e com a aprovação do novo papa, João VIII. Os católicos consideram o Quarto Concílio de Constantinopla, que anatemizou Fócio como legítimo, enquanto que os ortodoxos consideram um outro concílio de mesmo nome, o Quarto Concílio de Constantinopla (Ortodoxo), que reverteu o primeiro, como legítimo. Esta contestação mútua sobre o que seria o oitavo concílio ecumênico marca o final da harmonia representada pelos sete primeiros concílios ecumênicos aceitos pelas duas Igrejas. 
xsd:nonNegativeInteger 158 
São Fócio 
xsd:integer 82613 
xsd:nonNegativeInteger 28753 
xsd:integer 44571111 

data from the linked data cloud