Estratificação social

http://pt.dbpedia.org/resource/Estratificação_social

Na sociologia, estratificação social é um conceito que envolve a "classificação das pessoas em grupos com base em condições sócio-econômicas comuns... um conjunto relacional das desigualdades com as dimensões econômicas, social, política e ideológica". Quando as diferenças levam a um status de poder ou privilégio de alguns grupos em detrimento de outros isso é chamado de estratificação social. É um sistema pelo qual a sociedade classifica categorias de pessoas em uma hierarquia A estratificação social é baseada em quatro princípios básicos: (1) É uma característica da sociedade, e não simplesmente um reflexo das diferenças individuais, (2) A estratificação social continua de geração para geração, (3) É universal, mas variável; (4) Envolve não só a desigualdade, mas também crenças.
Estratificação social 
Na sociologia, estratificação social é um conceito que envolve a "classificação das pessoas em grupos com base em condições sócio-econômicas comuns... um conjunto relacional das desigualdades com as dimensões econômicas, social, política e ideológica". Quando as diferenças levam a um status de poder ou privilégio de alguns grupos em detrimento de outros isso é chamado de estratificação social. É um sistema pelo qual a sociedade classifica categorias de pessoas em uma hierarquia A estratificação social é baseada em quatro princípios básicos: (1) É uma característica da sociedade, e não simplesmente um reflexo das diferenças individuais, (2) A estratificação social continua de geração para geração, (3) É universal, mas variável; (4) Envolve não só a desigualdade, mas também crenças. Na cultura ocidental moderna, a estratificação é amplamente organizada em três camadas principais: classe alta, classe média e classe baixa. Cada uma destas classes podem ser ainda subdivididas em classes menores (por exemplo, ocupação). Essas categorias não são particulares de sociedades baseadas em estado como distinguido de sociedades feudais compostas da relação nobreza-camponeses. A estratificação pode também ser definida por laços de parentesco ou castas. Para Max Weber, a classe social pertencente amplamente à riqueza material é diferente do status de classe, que é baseado em variáveis ​​tais como a honra, prestígio e filiação religiosa. Talcott Parsons argumentou que as forças de diferenciação social e do seguinte padrão de individualização institucionalizada diminuiria fortemente o papel da classe (como um importante fator de estratificação), assim como toda a evolução social. É discutível se o primeiro grupo caçadores-coletores pudesse ser definido como "estratificada", ou se tais diferenciais começou com a agricultura e os grandes intercâmbios entre os grupos. Uma das questões em curso para determinar a estratificação social surge a partir do ponto que as desigualdades de status entre os indivíduos são comuns, por isso se torna uma questão quantitativa para determinar o quanto a desigualdade se qualifica como estratificação. 
xsd:nonNegativeInteger 27 
xsd:integer 189004 
xsd:nonNegativeInteger 7955 
xsd:integer 44170026 

data from the linked data cloud