Estratégio Podopáguro

http://pt.dbpedia.org/resource/Estratégio_Podopáguro an entity of type: Thing

Estratégio Podopáguro (em latim: Στρατήγιος Ποδοπάγουρος; transl.: Stratégios Podopágouros; m. 25 de agosto de 766) foi um comandante militar bizantino do século VIII que esteve ativo durante o reinado do imperador Constantino V Coprônimo (r. 741–775). O nome Podopáguro era uma alcunha que significa "pé de caranguejo". Muito pouco se sabe sobre sua vida e carreira além de seu envolvimento em uma conspiração contra o imperador, que eclodiu no verão de 766. Segundo Teófanes, o Confessor, ele era então espatário e comandante (doméstico) do tagma dos excubitores.
Estratégio Podopáguro 
xsd:integer 1997  2001  2011 
Cyril Mango 
Strategios Podopaguros 
Haldon, John 
Roger Scott 
Ralph-Johannes Lilie; Claudia Ludwig; Thomas Pratsch; Ilse Rochow; Beate Zielke 
Cambridge University Press 
Oxford University Press 
Walter de Gruyter 
xsd:integer
xsd:integer 978 
xsd:date 0978-03-11 
Cambridge, Reino Unido 
Oxford, Reino Unido 
Berlim e Nova Iorque 
en 
Cinégio, Constantinopla 
Leslie 
Cyril 
Estratégio Podopáguro 
Friedhelm 
Oficial 
harv 
Mango 
Winkelmann 
Brubaker 
The Chronicle of Theophanes Confessor. Byzantine and Near Eastern History, AD 284–813 
Prosopographie der mittelbyzantinischen Zeit: I. Abteilung 
Byzantium in the Iconoclast Era c. 680-850: A History 
http://books.google.com/books?id=saTPtrgLTQoC 
Estratégio Podopáguro (em latim: Στρατήγιος Ποδοπάγουρος; transl.: Stratégios Podopágouros; m. 25 de agosto de 766) foi um comandante militar bizantino do século VIII que esteve ativo durante o reinado do imperador Constantino V Coprônimo (r. 741–775). O nome Podopáguro era uma alcunha que significa "pé de caranguejo". Muito pouco se sabe sobre sua vida e carreira além de seu envolvimento em uma conspiração contra o imperador, que eclodiu no verão de 766. Segundo Teófanes, o Confessor, ele era então espatário e comandante (doméstico) do tagma dos excubitores. Estratégio e seu irmão Constantino, que naquela época mantinha o alto posto de logóteta do dromo, foram os líderes da conspiração que, segundo Teófanes, incluiu 19 oficiais, vários deles governadores provinciais seniores (estrategos). Após a descoberta da conspiração, os conspiradores foram publicamente exibidos e humilhados no Hipódromo de Constantinopla em 25 de agosto de 766, após o que Estratégio e Constantino foram decapitados em Cinégio, enquanto os demais foram cegados e exilados. Alguns dias depois, o eparca da cidade Procópio também foi demitido, seguido pela deposição e exílio do patriarca Constantino II (r. 754–766), que fora acusado como conspirador por outros clérigos. Em sua crônica, Teófanes retrata a conspiração como parte da reação contra as políticas iconoclastas de Constantino V, afirmando que alguns dos conspiradores eram adeptos do ermitão iconófilo Estêvão, o Jovem do Monte Auxêncio, a quem o imperador tinha publicado humilhado e executado no novembro anterior. Para os estudiosos modernos, por outro lado, não é certo se as motivações do imperador, ou seja, a morte de Estêvão, a execução de 19 oficiais e outros atos de perseguição, deveram-se à sua postura rígida contra o sentimento iconoclasta, ou à motivações políticos como uma reação às conspirações contra sua vida (na qual Estêvão também pode ter tido participação). 
xsd:nonNegativeInteger 24 
Estratégio Podopáguro 
xsd:integer 4757300 
xsd:nonNegativeInteger 4428 
xsd:integer 42406168 

data from the linked data cloud