Enchente em Porto Alegre em 1941

http://pt.dbpedia.org/resource/Enchente_em_Porto_Alegre_em_1941

A Enchente de 1941 foi a maior enchente registrada na cidade de Porto Alegre. Durante os meses de abril e maio a precipitação somou 791 milímetros e deixou 70 mil flagelados sem energia elétrica e água potável. As águas do lago Guaíba alcançaram a cota recorde de 4,75 metros, com um tempo de recorrência de 370 anos. As cheias que ocorrem no lago Guaíba são causadas por fatores ambientais inter-relacionados, principalmente pelas chuvas intensas que ocorrem nas cabeceiras dos rios afluentes, sobretudo em anos de El Niño, juntamente com o efeito de represamento decorrente do vento sul no estado.
Enchente em Porto Alegre em 1941 
A Enchente de 1941 foi a maior enchente registrada na cidade de Porto Alegre. Durante os meses de abril e maio a precipitação somou 791 milímetros e deixou 70 mil flagelados sem energia elétrica e água potável. As águas do lago Guaíba alcançaram a cota recorde de 4,75 metros, com um tempo de recorrência de 370 anos. As cheias que ocorrem no lago Guaíba são causadas por fatores ambientais inter-relacionados, principalmente pelas chuvas intensas que ocorrem nas cabeceiras dos rios afluentes, sobretudo em anos de El Niño, juntamente com o efeito de represamento decorrente do vento sul no estado. O centro da cidade ficou debaixo d'água e os barcos se tornaram o principal meio de transporte de Porto Alegre em maio daquele ano. Após esta data, o Arroio Dilúvio foi canalizado, o Muro da Mauá foi construído e um sistema de drenagem foi instalado, para evitar a repetição do problema. Desde então, a cidade não teve mais enchentes de tais proporções. 
xsd:nonNegativeInteger 15 
xsd:integer 290921 
xsd:nonNegativeInteger 2771 
xsd:integer 39123553 

data from the linked data cloud