Eleições estaduais em Pernambuco em 1974

http://pt.dbpedia.org/resource/Eleições_estaduais_em_Pernambuco_em_1974

As eleições estaduais em Pernambuco em 1974 aconteceram em duas fases conforme previa o Ato Institucional Número Três e assim a eleição indireta do governador foi em 3 de outubro e a escolha do senador, 18 deputados federais e 42 estaduais ocorreu em 15 de novembro a partir de um ritual aplicado aos 22 estados e aos territórios federais do Amapá, Rondônia e Roraima. Naquela oportunidade Pernambuco foi um dos 16 estados nos quais MDB elegeu o senador embora não tenha feito maioria entre os deputados federais e estaduais eleitos, sendo que os pernambucanos residentes no Distrito Federal escolheram seus representantes por força do Art. 17 da Lei nº 6.091 de 15 de agosto de 1974.
Eleições estaduais em Pernambuco em 1974 
Eleições estaduais em Pernambuco em 1970 
xsd:integer 120 
Pernambuco 
Aliança Renovadora Nacional 
xsd:integer 1970 
xsd:integer 1978 
Paulo Cunha 
xsd:integer 15 
Eleições estaduais em em 1974 
no 
yellow 
ARENA 
Eleições estaduais em Pernambuco em 1978 
As eleições estaduais em Pernambuco em 1974 aconteceram em duas fases conforme previa o Ato Institucional Número Três e assim a eleição indireta do governador foi em 3 de outubro e a escolha do senador, 18 deputados federais e 42 estaduais ocorreu em 15 de novembro a partir de um ritual aplicado aos 22 estados e aos territórios federais do Amapá, Rondônia e Roraima. Naquela oportunidade Pernambuco foi um dos 16 estados nos quais MDB elegeu o senador embora não tenha feito maioria entre os deputados federais e estaduais eleitos, sendo que os pernambucanos residentes no Distrito Federal escolheram seus representantes por força do Art. 17 da Lei nº 6.091 de 15 de agosto de 1974. Nascido em São Vicente Ferrer o governador Moura Cavalcanti foi prefeito de Macaparana aos vinte anos e logo depois foi estudar Direito no Recife e formou-se advogado em 1954 pela Universidade Federal de Pernambuco. Afilhado político de Cordeiro de Farias foi governador do Amapá durante a presidência de Jânio Quadros. De volta a Pernambuco foi representante do estado no conselho deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, Secretário da Administração e da Coordenação Política no governo Paulo Guerra e durante o governo Nilo Coelho foi Superintendente de Desenvolvimento do Vale do Serigi. Antes assumir o Palácio do Campo das Princesas esteve ao lado do presidente Emílio Garrastazu Médici como presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e Ministro da Agricultura. Embora tenha obtido cerca de 70% das cadeiras tanto para deputado federal quanto para deputado estadual a ARENA sofreu um revés com a derrota de João Cleofas na disputa para senador ante Marcos Freire. Advogado formado em 1955 pela Universidade Federal de Pernambuco foi professor da referida instituição antes de assumir a Secretaria de Abastecimento durante a passagem de Pelópidas da Silveira pela prefeitura do Recife. Depois de militar no PSB ingressou no MDB após a decretação do bipartidarismo pelo Regime Militar de 1964. Eleito prefeito de Olinda em 1968 recusou-se a assumir em protesto pela cassação do vice-prefeito Renê Barbosa pelo Ato Institucional Número Cinco. De volta ao magistério e à advocacia foi eleito deputado federal em 1970 compondo a "ala autêntica" de seu partido. 
xsd:nonNegativeInteger 147 
xsd:integer 50 
de 
xsd:integer 4231274 
xsd:nonNegativeInteger 11967 
xsd:integer 38058738 

data from the linked data cloud