Eduardo II de Inglaterra

http://pt.dbpedia.org/resource/Eduardo_II_de_Inglaterra an entity of type: Thing

Eduardo II (25 de abril de 1284 – 21 de setembro de 1327), também chamado de Eduardo de Caernarfon, foi o Rei da Inglaterra de 1307 até ser deposto em 1327. Era o quarto filho homem do rei Eduardo I e sua primeira esposa Leonor de Castela, se transformando no herdeiro do trono após a morte de seu irmão Afonso. A partir de 1300 Eduardo acompanhou o pai em campanhas para pacificar a Escócia, sendo feito cavaleiro em 1306 durante uma grande cerimônia na Abadia de Westminster. Ele ascendeu ao trono no ano seguinte e se casou em 1308 com Isabel da França, filha do poderoso rei Filipe IV, como parte de um grande esforço para resolver as tensões entre as coroas inglesa e francesa.
Eduardo II de Inglaterra 
xsd:integer 1988  1994  1996  2003  2006  2011 
"The Court of Edward II" 
"The Place of the Reign of Edward II" 
"The Sexualities of Edward II" 
"Sermons of Sodomy: A Reconsideration of Edward II's Sodomitical Reputation" 
"The Character of Edward II: The Letters of Edward of Caernarfon Reconsidered" 
Leonor de Woodstock 
xsd:integer 102307 
Dodd, Gwilym; Musson, Anthony 
Penguin 
Routledge 
Yale University Press 
McGill-Queen's University Press 
Oxford University Pres 
York Medieval Press 
xsd:integer
Edward II - detail of tomb.jpg 
xsd:integer 280 
xsd:integer 978 
xsd:integer 38 
Speculum 
Londres 
Oxford 
Woodbridge 
Londres & Nova Iorque 
New Haven & Londres 
Montreal & Kingston 
Castelo de Berkeley, Berkeley, Gloucestershire, Inglaterra 
Catedral de Gloucester, Gloucester, Gloucestershire, Inglaterra 
Castelo de Caernarfon, Caernarfon, Caernarfonshire, Gales 
Eduardo II 
Seymour 
Chris 
Pierre 
Michael 
Ian 
Elizabeth A. R. 
J. S. 
Miri 
Roy Martin 
W. Mark 
xsd:integer
xsd:integer 573 
harv 
Hamilton 
Brown 
Phillips 
Haines 
Rubin 
Mortimer 
Prestwich 
Chaplais 
Given-Wilson 
Ormrod 
Esposa 
Lorde da Irlanda e Duque da Aquitânia 
Rei da Inglaterra 
The English Nobility in the Late Middle Ages: The Fourteenth-century Political Community 
Edward II 
Piers Gaveston: Edward II's Adoptive Brother 
The Reign of Edward II: New Perspectives 
The Hollow Crown: A History of Britain in the Late Middle Ages 
The Three Edwards: War and State in England, 1272–1377 
King Edward II: His Life, his Reign and its Aftermath, 1284–1330 
The Political Repercussions of Family Ties in the Early Fourteenth Century: The Marriage of Edward II of England and Isabelle of France 
xsd:integer 63 
Eduardo II (25 de abril de 1284 – 21 de setembro de 1327), também chamado de Eduardo de Caernarfon, foi o Rei da Inglaterra de 1307 até ser deposto em 1327. Era o quarto filho homem do rei Eduardo I e sua primeira esposa Leonor de Castela, se transformando no herdeiro do trono após a morte de seu irmão Afonso. A partir de 1300 Eduardo acompanhou o pai em campanhas para pacificar a Escócia, sendo feito cavaleiro em 1306 durante uma grande cerimônia na Abadia de Westminster. Ele ascendeu ao trono no ano seguinte e se casou em 1308 com Isabel da França, filha do poderoso rei Filipe IV, como parte de um grande esforço para resolver as tensões entre as coroas inglesa e francesa. Eduardo tinha uma relação próxima e controversa com Piers Gaveston, Conde da Cornualha, que se juntou a sua criadagem em 1300. A exata natureza da relação dos dois é incerta; eles podem ter sido bons amigos, amantes ou irmãos de sangue. A arrogância de Gaveston e seu poder como favorito do rei provocaram descontentamento entre os barões ingleses e a família real francesa, com Eduardo sendo forçado a exilá-lo. O rei foi pressionado a concordar com grandes reformas chamadas Ordenanças de 1311 no retorno de Gaveston. O conde foi banido pelos barões e Eduardo respondeu revogando as reformas e chamando seu favorito de volta. Liderados por Tomás, 2º Conde de Lencastre e primo do rei, um grupo de barões capturou e executou Gaveston em 1312, iniciando vários anos de confrontos armados. Ao mesmo tempo as forças inglesas foram repelidas da Escócia, onde Eduardo foi derrotado em 1314 por Roberto de Bruce na Batalha de Bannockburn. Os membros da família Despenser, particularmente Hugo Despenser, o Jovem, transformaram-se em grandes conselheiros e amigos próximos de Eduardo, porém Lencastre e muitos dos barões tomaram as terras dos Despenser em 1321 e forçaram o rei a exilá-los. Em resposta, ele liderou uma pequena campanha militar que capturou e executou o primo. Eduardo e os Despenser aumentaram seu controle do poder, revogando as reformas de 1311, executando inimigos e confiscando propriedades. O rei foi incapaz de progredir na Escócia e fez as pazes com Roberto. A oposição contra o reinado cresceu, com Isabel se virando contra Eduardo em 1325 depois de ter sido enviada a França para negociar um tratado. Ela se aliou com Rogério Mortimer e invadiu a Inglaterra com um pequeno exército em 1326. O governo de Eduardo ruiu e ele fugiu para Gales, sendo capturado em novembro. Ele foi forçado a abdicar da coroa em janeiro de 1327 em favor de seu filho, Eduardo III, morrendo no Castelo de Berkeley em 21 de setembro, provavelmente assassinado por ordens do novo regime. Sua relação com Gaveston inspirou a peça Eduardo II, escrita em 1592 por Christopher Marlowe, junto com várias outras peças, livros, filmes e romances. Muitos se focaram na possível relação homossexual entre os dois homens. Seus contemporâneos muito criticaram as atitudes de Eduardo como rei, salientando as derrotas na Escócia e o regime opressor dos últimos anos, apesar de historiadores do século XIX argumentarem que o crescimento das instituições parlamentares durante seu reinado foram um desenvolvimento positivo a longo prazo para a Inglaterra. O debate continua no século XXI sobre se ele era um rei incompetente e relaxado, ou um governante relutante e, por fim, mal sucedido. 
xsd:nonNegativeInteger 217 
Eduardo II 
xsd:integer 23458 
xsd:nonNegativeInteger 64162 
xsd:integer 44986956 

data from the linked data cloud