Eduardo, o Príncipe Negro

http://pt.dbpedia.org/resource/Eduardo,_o_Príncipe_Negro an entity of type: Thing

Eduardo de Woodstock, Príncipe de Gales (Woodstock, 15 de junho de 1330 – Londres, 8 de junho de 1376), conhecido na história como o Príncipe Negro, foi o filho mais velho e herdeiro do rei Eduardo III de Inglaterra. Eduardo tornou-se Duque da Cornualha em 1337, Príncipe de Gales em 1343 e da Aquitânia em 1362.
Eduardo, o Príncipe Negro 
Cernoch.jpg 
xsd:integer 255 
Palácio de Woodstock, Woodstock, Oxfordshire, Inglaterra 
Eduardo 
Esposa 
Príncipe de Gales e Príncipe da Aquitânia 
Eduardo de Angoulême 
Eduardo de Woodstock, Príncipe de Gales (Woodstock, 15 de junho de 1330 – Londres, 8 de junho de 1376), conhecido na história como o Príncipe Negro, foi o filho mais velho e herdeiro do rei Eduardo III de Inglaterra. Eduardo tornou-se Duque da Cornualha em 1337, Príncipe de Gales em 1343 e da Aquitânia em 1362. Desde cedo provou ser dotado para a guerra, mostrando a sua coragem com apenas 16 anos, na Batalha de Crécy, onde liderou um dos corpos de infantaria que resistiram à carga da cavalaria pesada francesa. Mais tarde, usando as inovações militares que desequilibraram a Guerra dos Cem Anos a favor de Inglaterra, como a utilização dos arqueiros ingleses e galeses armados de arcos longos de madeira de teixo, Eduardo manteve seguras as posições conquistadas em França, enquanto o seu pai se encarregava da frente escocesa. Após o sucesso da batalha de Poitiers, Eduardo regressa a Inglaterra. A relação com o pai foi de confiança e respeito mútuos até 1361, data do casamento de Eduardo com Joana de Kent, sua prima direita e viúva. Esta união de amor, totalmente despropositada para a época, contrariou os planos diplomáticos de Eduardo III. Eduardo foi então nomeado Duque da Aquitânia e enviado para o continente para governar esta província. Durante a sua estadia, envolveu-se nos conflitos internos de Castela que acabaram por o arruinar financeiramente. O regresso a Inglaterra esteve longe de ser glorioso. Com a saúde e as finanças num estado débil, nunca mais se envolveu em campanhas militares. Eduardo morreu em junho de 1376 (um ano antes do seu pai) e encontra-se sepultado na Catedral da Cantuária. 
xsd:nonNegativeInteger 58 
Eduardo 
xsd:integer 38561 
xsd:nonNegativeInteger 4299 
xsd:integer 44937062 

data from the linked data cloud