Domiciano

http://pt.dbpedia.org/resource/Domiciano an entity of type: Thing

Tito Flávio Domiciano (em latim: Titus Flavius Domitianus; 24 de outubro de 51 — 18 de setembro de 96), habitualmente conhecido como Domiciano, foi imperador romano de 14 de setembro de 81 até a sua morte a 18 de setembro de 96. Tito Flávio Domiciano era filho de Tito Flávio Sabino Vespasiano com sua mulher Domitila e irmão de Tito Flávio, a quem ele sucedeu.
Domiciano 
xsd:integer 1930  1953  1956  1961  1964  1992  1997  2002  2003 
xsd:integer 81 
Roma 
xsd:integer 101093  101353  102307 
Cambridge University Press 
Classical Association of Canada 
Routledge 
Society for the Promotion of Roman Studies 
The Classical Association of the Middle West and South, Inc. 
Um filho, morto de novo 
xsd:integer 250 
xsd:integer
Busto de Domiciano como imperador com a coroa cívica. ''Museu do Louvre, 
Domiciano 
Barbara 
Kenneth 
Ronald 
Brian W. 
Charles Leslie 
Gavin 
John D. 
K. H. 
Llewelyn 
Philip B. 
Tito Flávio Domiciano 
xsd:integer
xsd:integer 49 
xsd:integer 54 
xsd:integer 207 
pp. 147–157 
pp. 199–211 
pp. 209–214 
pp. 55–70 
pp. 67–70 
xsd:integer 14 
Phoenix 
Transactions of the American Philological Association 
Greece & Rome 
The Classical Journal 
The Classical Quarterly 
The Classical Quarterly, New Series 
The Journal of Roman Studies 
Grã-Bretanha 
Londres 
Universidade de Western Ontário 
Jones 
Morgan 
Sullivan 
Grainger 
Levick 
Murison 
Syme 
Townend 
Waters 
Wellesley 
Nerva and the Roman Succession Crisis of AD 96–99 
A Note on the Flavian Accession 
Corbulo's Daughter 
M. Cocceius Nerva and the Flavians 
Some Flavian Connections 
The Imperial Finances under Domitian, Nerva and Trajan 
The Character of Domitian 
The Emperor Domitian 
Three Historical Puzzles in Histories 3 
Achilleae Comae : Hair and Heroism According to Domitian 
http://muse.jhu.edu/journals/transactions_of_the_american_philological_association/v133/133.1murison.html 
http://links.jstor.org/sici?sici=0017-3835%28200210%292%3A49%3A2%3C199%3ACD%3E2.0.CO%3B2-%23 
http://www.jstor.org/stable/1086912 
http://www.jstor.org/stable/298836 
http://www.jstor.org/stable/3293160 
http://www.jstor.org/stable/636914 
xsd:integer 18  20  47  49  51  133 
Busto de Domiciano como imperador com acoroa cívica. ''Museu do Louvre, (Paris) 
Imperador romano 
Tito Flávio Domiciano (em latim: Titus Flavius Domitianus; 24 de outubro de 51 — 18 de setembro de 96), habitualmente conhecido como Domiciano, foi imperador romano de 14 de setembro de 81 até a sua morte a 18 de setembro de 96. Tito Flávio Domiciano era filho de Tito Flávio Sabino Vespasiano com sua mulher Domitila e irmão de Tito Flávio, a quem ele sucedeu. A sua juventude e os começos da sua carreira transcorreram à sombra do seu irmão Tito, que alcançou considerável renome militar durante as campanhas na Germânia e Judeia dos anos 60. Esta situação manteve-se durante o reinado do seu pai Vespasiano, coroado imperador a 21 de dezembro de 69, após um longo ano de guerras civis conhecido como o ano dos quatro imperadores. Ao tempo em que o seu irmão gozou de poderes semelhantes aos do seu pai, ele foi recompensado com honras nominais que não implicavam responsabilidade alguma. À morte do seu pai a 23 de junho de 79, Tito sucedeu-lhe pacificamente, mas o seu curto reinado finalizou abrupta e inesperadamente à sua morte por doença, a 13 de setembro de 81. Ao dia seguinte, Domiciano foi proclamado imperador pela guarda pretoriana. O seu reinado, que duraria quinze anos, seria o mais longo desde o de Tibério. As fontes clássicas descrevem-no como um tirano cruel e paranoico, localizando entre os imperadores mais odiados ao comparar a sua vileza com as de Calígula ou Nero. Porém, a maior parte das afirmações a respeito dele têm a sua origem em escritores que foram abertamente hostis para com ele: Tácito, Plínio, o Jovem e Suetônio. Estes homens exageraram a crueldade do monarca ao efetuar adversas comparações com os cinco bons imperadores que o sucederam. Como consequência, a historiografia moderna recusa a maior parte da informação que contêm as obras destes escritores ao considerá-los pouco objetivos. É descrito como um autocrata despiedado, mas eficiente, cujos programas pacíficos, culturais e econômicos foram precursores do próspero século II, comparado com o turbulento crepúsculo do século I. A sua morte marcou o final da dinastia flaviana, bem como a instauração da dinastia antonina. 
xsd:nonNegativeInteger 542 
Domiciano 
Tito Flávio Domiciano 
(Titus Flavius Domitianus) 
xsd:integer 15779 
xsd:nonNegativeInteger 97198 
xsd:integer 44908482 

data from the linked data cloud