Direito divino dos reis

http://pt.dbpedia.org/resource/Direito_divino_dos_reis

O direito divino dos reis é uma doutrina política e religiosa segundo a qual o poder dos reis tem como fundamento a vontade de Deus.No Ocidente cristão, a doutrina desenvolveu-se a partir do cesaropapismo bizantino e consolidou-se na França durante o ancien régime, e também na Inglaterra, com base na crença de que o monarca reina por vontade de Deus - e não pela vontade de seus súbditos ou do parlamento ou da aristocracia ou de qualquer entidade terrena.
Direito divino dos reis 
O direito divino dos reis é uma doutrina política e religiosa segundo a qual o poder dos reis tem como fundamento a vontade de Deus. No Ocidente cristão, a doutrina desenvolveu-se a partir do cesaropapismo bizantino e consolidou-se na França durante o ancien régime, e também na Inglaterra, com base na crença de que o monarca reina por vontade de Deus - e não pela vontade de seus súbditos ou do parlamento ou da aristocracia ou de qualquer entidade terrena. A Reforma protestante não modificou necessariamente essa doutrina, onde ela era adotada. Apenas destacou uma das suas consequências: o monarca por direito divino deveria obedecer a Deus, sob pena de perder sua legitimidade. Na atualidade, a doutrina do direito divino subsiste em estados teocráticos. No Vaticano, justifica o poder do Papa. Nos califados, as concepções derivadas do Corão sobre fusão dos papeis espirituais e temporais - concentrados nas mãos do califa - também resultam em regimes legitimados pelo direito divino. No Japão, país conhecido como o império do sol nascente, o imperador é considerado como descendente da deusa Amaterasu, deusa xintoísta do sol, sendo que o disco solar está presente na bandeira do país. 
xsd:nonNegativeInteger 96 
xsd:integer 37681 
xsd:nonNegativeInteger 9583 
xsd:integer 44824479 

data from the linked data cloud