Diáspora europeia

http://pt.dbpedia.org/resource/Diáspora_europeia an entity of type: Thing

Diáspora europeia é o termo usado para se referir às comunidades em todo o mundo que são descendentes do movimento imigratório histórico de europeus, principalmente para América, África e Australásia, entre outras áreas ao redor do planeta. A emigração da Europa começou em grande escala durante os impérios coloniais europeus dos séculos XVIII e XIX e continua até os dias atuais. Trata-se especialmente do Império Espanhol no século XVI ao XVII (expansão do Hispanosfera), do Império Britânico entre os séculos XVII e XIX (expansão da Anglosfera), do Império Português e do Império Russo no século XIX (expansão russa para a Ásia Central e o Extremo Oriente Russo).
Diáspora europeia 
Diáspora europeia 
xsd:integer 300 
Mapa das regiões com prevalências de populações de descendentes de europeus 
xsd:integer
xsd:integer 13169949 
xsd:integer 17519500 
xsd:integer 20982665 
xsd:integer 25186890 
xsd:integer 38900000 
xsd:integer 91051646 
xsd:integer 223553265 
+480000000 
+20100000 
xsd:nonNegativeInteger 13169949 
xsd:nonNegativeInteger 17519500 
xsd:nonNegativeInteger 20100000 
xsd:nonNegativeInteger 20982665 
xsd:nonNegativeInteger 25186890 
xsd:nonNegativeInteger 38900000 
xsd:nonNegativeInteger 91051646 
xsd:nonNegativeInteger 223553265 
xsd:nonNegativeInteger
xsd:nonNegativeInteger 480000000 
Principalmente América e Oceania 
Diáspora europeia é o termo usado para se referir às comunidades em todo o mundo que são descendentes do movimento imigratório histórico de europeus, principalmente para América, África e Australásia, entre outras áreas ao redor do planeta. A emigração da Europa começou em grande escala durante os impérios coloniais europeus dos séculos XVIII e XIX e continua até os dias atuais. Trata-se especialmente do Império Espanhol no século XVI ao XVII (expansão do Hispanosfera), do Império Britânico entre os séculos XVII e XIX (expansão da Anglosfera), do Império Português e do Império Russo no século XIX (expansão russa para a Ásia Central e o Extremo Oriente Russo). De 1815 a 1932, 60 milhões de pessoas deixaram o continente europeu (apesar de muitas terem retornado para casa), principalmente para "áreas de assentamento europeu" na América (especialmente nos Estados Unidos, Canadá, Argentina e Brasil), Austrália, Nova Zelândia e Sibéria. Estas populações também se multiplicaram rapidamente em seu novo habitat; muito mais do que as populações europeias na África e da Ásia. Como resultado, às vésperas da Primeira Guerra Mundial, 38% da população total do mundo era de ascendência europeia. No continente asiático, as populações europeias (especificamente de russos) predominam na Ásia Setentrional, que faz parte da Federação Russa. A África tem países com maiorias de descendentes de europeus, mas existem minorias significativas na África do Sul e na Namíbia. Os países da América que receberam uma grande onda de imigrantes europeus entre 1871 e 1960 foram: Estados Unidos (27 milhões), Argentina (6,5 milhões), Brasil (4,5 milhões), Canadá (4 milhões), Venezuela (mais de 1 milhão), Cuba (610 mil) e Uruguai (600 mil); outros países receberam um fluxo migratório mais modesto (representando menos de 10% da emigração europeia total para a América Latina) foram: Chile (183 mil) e Peru (150 mil 
xsd:nonNegativeInteger 52 
Diáspora europeia 
xsd:integer 4836480 
xsd:nonNegativeInteger 6345 
xsd:integer 43449183 

data from the linked data cloud