Débora Dubois

http://pt.dbpedia.org/resource/Débora_Dubois

Débora Dubois (São Paulo,[quando?]) é uma premiada diretora de teatro e teleteatro, que promove a constante inserção do universo brasileiro na cena. Seus espetáculos destacam a beleza plástica, a música (seja encenada ou sob a forma de trilha sonora) e a dramaturgia, estabelecendo conjuntos de grande força e emoção que extrapolam as indicações etárias e dialogam com públicos de todas as idades pela arte e pelo entretenimento. Seus trabalhos vêm lotando teatros no país, além de ter feito temporadas consistentes também na América Latina e na Itália.
Débora Dubois 
Débora Dubois (São Paulo,[quando?]) é uma premiada diretora de teatro e teleteatro, que promove a constante inserção do universo brasileiro na cena. Seus espetáculos destacam a beleza plástica, a música (seja encenada ou sob a forma de trilha sonora) e a dramaturgia, estabelecendo conjuntos de grande força e emoção que extrapolam as indicações etárias e dialogam com públicos de todas as idades pela arte e pelo entretenimento. Seus trabalhos vêm lotando teatros no país, além de ter feito temporadas consistentes também na América Latina e na Itália. Débora iniciou sua carreira teatral priorizando as exigentes plateias jovens e aos poucos conquistou também o público adulto. Seus trabalhos renderam dezenas de indicações e conquistaram diversos prêmios Mambembe, Apetesp, APCA, Panamco, Femsa e Qualidade Brasil, entre outros. Em 2014, o musical “Lampião e Lancelote” - seu espetáculo com maior número de indicações e premiações - percorreu oito estados brasileiros, sempre com casa lotada. A peça tinha estreado em 2013 no Teatro do SESI São Paulo, com oito meses de temporada e um público aproximado de 64.000 pessoas. Baseado no livro homônimo de Fernando Vilela, com texto adaptado por Braulio Tavares e músicas originais de Zeca Baleiro, Lampião e Lancelote recebeu dez prêmios naquele ano, sendo três prêmios Bibi Ferreira: figurino, ator revelação em musicais (Daniel Infantini) e melhor espetáculo musical brasileiro, a partir de oito indicações. Também recebeu o prêmio APCA de melhor espetáculo jovem 2013, melhor ator pelo Prêmio Qualidade Brasil (Daniel Infantini) e foi campeão de indicações ao prêmio Femsa. Em 2010, seu premiado espetáculo “Quem tem Medo de Curupira?” com texto e músicas originais de Zeca Baleiro, atraiu um público de mais de 40.000 pessoas. Excursionou por várias cidades brasileiras e ganhou os prêmios Femsa de espetáculo jovem, música especialmente composta, desenho de luz (Wagner Pinto) e ator coadjuvante (Danilo Grangheia), além do APCA de Direção de Arte para Duda Arruk, cenógrafa e arquiteta parceira de em projetos desde 2000. Entre seus espetáculos anteriores de maior visibilidade, figura o monólogo "Três Cigarros e a Última Lasanha", estrelado por Renato Borghi, que recebeu o mais importante prêmio oferecido em Cuba, além de diversas premiações no Brasil. Excursionou durante três anos por vários estados brasileiros e por quase todos os paises de língua hispânica. Por esse espetáculo, Débora foi indicada ao Prêmio Shell. Também "O Retrato de Dorian Gray" teve grande sucesso, em cartaz durante oito meses no Teatro Popular do SESI, quando levou ao teatro um público de ensino fundamental II e ensino médio estimado em 64.000 pessoas. Foi campeão de indicações a prêmios de teatro jovem. Entre seus êxitos principais, Débora foi uma das duas diretoras brasileiras convidadas para dirigir uma montagem com atores italianos do Teatro della Limonaia no festival Intercity, em Florença. Em 2014, também estreou "Rita Lee mora ao lado", e permaneceu em cartaz durante oito meses no Teatro das Artes em São Paulo, com um público estimado em mais de 50.000 pessoas. Em 2015, o espetáculo sai em turnê por vários estados brasileiros e encerra com temporada no Rio de Janeiro. Alguns atores que já foram dirigidos por Débora: Amanda Acosta, Ângela Dip, Ary França, Barbara Paz, Cacá Carvalho, Cássio Scapin, Daniel Infantini, Danilo Grangheia, Débora Duboc, Fabiano Augusto, Fábio Herford, Fábio Lago, Flávia Garrafa, Guta Ruiz, Juan Alba, Lara Córdula, Leonardo Miggiorin, Luah Guimarães, Luciana Carnieli, Luciano Quirino, Luiz Guilherme, Marat Descartes, Marcos Damigo, Mauricio Xavier, Mel Lisboa, Plinio Soares e Renato Borghi. 
xsd:nonNegativeInteger 215 
xsd:integer 4300211 
xsd:nonNegativeInteger 12043 
xsd:integer 44518005 

data from the linked data cloud