Crayon Shin-chan

http://pt.dbpedia.org/resource/Crayon_Shin-chan an entity of type: Thing

Crayon Shin-chan (クレヨンしんちゃん Crayon Shin-chan), ou apenas Shin-chan é uma série de mangá escrita e ilustrada por Yoshito Usui. A série conta o cotidiano do garoto de cinco anos, Shinnosuke Nohara, e sua família, vizinhos e amigos. A história se passa em Kasukabe, província de Saitama, Japão. Sua publicação se iniciou em 1990 na revista semanal japonesa chamada Manga Action, publicada pela Futabasha.O mangá também foi lançado no Brasil pela Panini, mas devido as baixas vendas só foram publicados doze volumes.
Crayon Shin-chan 
Yoshito Usui e UY Studio 
xsd:integer
xsd:integer 14 
xsd:integer 2010 
Janeiro de 1990 
Mitsuru Hongo 
Yuji Muto 
Asatsu-DK 
Manga Town 
Weekly Manga Action 
Shin Kureyon Shin-chan 
Shin chan 
xsd:integer 50 
Futabasha 
+828 
Kureyon Shin-chan 
クレヨンしんちゃん 
Panini 
“kodomo" 
TV Asahi 
Animax, Fox Kids 
SIC, Animax, Biggs 
Crayon Shin-chan (クレヨンしんちゃん Crayon Shin-chan), ou apenas Shin-chan é uma série de mangá escrita e ilustrada por Yoshito Usui. A série conta o cotidiano do garoto de cinco anos, Shinnosuke Nohara, e sua família, vizinhos e amigos. A história se passa em Kasukabe, província de Saitama, Japão. Sua publicação se iniciou em 1990 na revista semanal japonesa chamada Manga Action, publicada pela Futabasha. Sua adaptação em anime iniciou-se em 13 de abril de 1992, na TV Asahi, onde é exibido até hoje, completando mais de vinte anos de Shin-chan na televisão, sendo considerada uma das séries de animação mais longas do mundo, com mais de 800 programas (aproximadamente 2000 episódios). E constantemente é uma das séries de anime com maior audiência no Japão. Na maioria das vezes, as histórias do anime são adaptadas das histórias do mangá, porém são suavizadas para a televisão. Apesar disso, o personagem Shin-chan é considerado pelos pais japoneses um "mau exemplo" a crianças, e constantemente é chamado de "Bart Simpson" japonês. No Brasil o anime foi inicialmente exibido pela extinta Fox Kids em 2003, em uma versão com alguns cortes, censuras, e adaptações feitas pela distribuidora norte-americana Vitello Productions. Mais tarde, o animê foi retirado do canal, por ser considerado impróprio ao público alvo. Em 2005, a mesma versão do animê volta a ser exibido, agora pelo canal pago Animax.No canal, as vinhetas do animê são exibidas como "A gente adora perturbar!", uma referência do bloco Não Perturbe! da FOX, provavelmente por que Shin-chan segue o mesmo estilo dos programas animação humorística para adultos exibidos lá. Até pouco tempo, por exemplo, Os Simpsons e Shin-chan eram exibidos no mesmo horário. Em Portugal, o anime foi exibido originalmente em 2006 na SIC com os cortes, adaptações e censura da Vitello Productions. Em 2009, o anime voltaria a ser exibido, desta vez no Animax, sob distribuição da espanhola Luk Internacional, sob nova dobragem e totalmente sem censura. Após a extinção do canal em 2011 e sua substituição pelo AXN Black, o anime voltou a deixar de ser emitido, só voltando a ser exibido em 2013, desta vez no Panda Biggs, com a mesma dobragem usada na sua exibição no Animax. O mangá também foi lançado no Brasil pela Panini, mas devido as baixas vendas só foram publicados doze volumes. 
xsd:nonNegativeInteger 73 
Shin Kureyon Shin-chan 
xsd:integer 905747 
xsd:nonNegativeInteger 11183 
xsd:integer 44864652 

data from the linked data cloud