Crônica Anglo-Saxônica

http://pt.dbpedia.org/resource/Crônica_Anglo-Saxônica an entity of type: Thing

A Crônica Anglo-Saxônica ou Crônica Anglo-Saxã (Anglo-Saxon Chronicle, em inglês) é um conjunto de anais em inglês antigo que narram a história dos anglo-saxões. O manuscrito original das crônicas foi escrito no final do século IX, provavelmente em Wessex, durante o reinado de Alfredo, o Grande. Várias cópias foram posteriormente feitas e distribuídas a vários mosteiros ao redor da Inglaterra, onde foram atualizados de forma independente.
Crônica Anglo-Saxônica 
xsd:integer
xsd:integer 1998 
Psychology Press 
en 
Peterborough.Chronicle.firstpage.jpg 
século IX 
A primeira página da Crónica de Peterborough 
inglês 
Anglo-Saxon Chronicle 
Michael 
New Northvegr Center 
xsd:integer 363 
Swanton 
The Anglo-Saxon Chronicle 
Crônica Anglo-Saxônica 
Crônica Anglo-Saxônica 
http://www.northvegr.org/histories%20and%20chronicles/the%20anglo-saxon%20chronicle/index.html 
A primeira página daCrónica de Peterborough 
A Crônica Anglo-Saxônica ou Crônica Anglo-Saxã (Anglo-Saxon Chronicle, em inglês) é um conjunto de anais em inglês antigo que narram a história dos anglo-saxões. O manuscrito original das crônicas foi escrito no final do século IX, provavelmente em Wessex, durante o reinado de Alfredo, o Grande. Várias cópias foram posteriormente feitas e distribuídas a vários mosteiros ao redor da Inglaterra, onde foram atualizados de forma independente. Apenas nove manuscritos sobreviveram no todo ou em parte, mas nem todos têm igual valor histórico e nenhum é a versão original. O mais antigo parece ter sido iniciado no final do reinado de Alberto, e o mais antigo foi escrito na Abadia de Peterborough depois de um incêndio ter atingido o monastério em 1154. Quase todo o material das crônicas está no formato de anais, por ano. Para alguns períodos e lugares, porém, a crônica é a única fonte de informação sobrevivente. Contém registros que vão do ano 1 d.C. a 1154; dois dos manuscritos registram, ademais (com a data, incorreta, de 60 a.C.), a invasão da Grã-Bretanha por Júlio César. O título "anglo-saxônica" parece ter sido dado posteriormente, já que a primeira edição impressa (1692) intitulava-se Chronicum saxonicum. Após a compilação original da crônica, diversos mosteiros receberam uma cópia e a atualizavam de maneira independente, por vezes registrando algo de importância local (e.g., a fertilidade da colheita) e ignorando eventos políticos mais distantes. A combinação dos anais individuais permite aos historiadores compreender o quadro geral dos eventos passados nos reinos anglo-saxões e constitui a primeira história escrita por europeus no vernáculo - neste caso, o inglês antigo ou anglo-saxão. 
xsd:nonNegativeInteger 107 
Anglo-Saxon Chronicle 
xsd:integer 316476 
xsd:nonNegativeInteger 13915 
xsd:integer 43484759 

data from the linked data cloud