Contratorpedeiro

http://pt.dbpedia.org/resource/Contratorpedeiro

Um contratorpedeiro é um tipo de navio de guerra, rápido e manobrável, concebido para escoltar navios maiores numa esquadra naval ou comboio de navios e defendê-los contra agressores menores, mais perigosos. Como a sua designação indica, a missão inicial dos contratorpedeiros era a defesa contra torpedeiros, mas, depois, a missão passou a ser, sobretudo, a defesa contra submarinos e aeronaves
Contratorpedeiro 
Um contratorpedeiro é um tipo de navio de guerra, rápido e manobrável, concebido para escoltar navios maiores numa esquadra naval ou comboio de navios e defendê-los contra agressores menores, mais perigosos. Como a sua designação indica, a missão inicial dos contratorpedeiros era a defesa contra torpedeiros, mas, depois, a missão passou a ser, sobretudo, a defesa contra submarinos e aeronaves Internacionalmente, os contratorpedeiros, são, frequentemente, referidos pelo termo em inglês "destroyer". Esse termo é, ocasionalmente, adaptado para "destróier", na língua portuguesa. Por sua vez, o termo "destroyer" tem origem, por um lado, na tradução para inglês do nome de batismo do primeiro contratorpedeiro do mundo, o espanhol Destructor e, por outro lado, na abreviação de torpedo boat destroyer (navio destruidor de torpedeiros), a designação original britânica daquele tipo de navios. Conforme a língua e o país, este tipo de navio é classificado, oficialmente, de contratorpedeiro (francês: contre-torpiller e grego: antitorpiliko), caçatorpedeiro (italiano: cacciatorpediniere e neerlandês: Torpedobootjager), destruidor (espanhol: destructor e alemão: Zerstörer) ou caçador (sueco: jagare e norueguês: jager). Até depois da Primeira Guerra Mundial, os contratorpedeiros eram embarcações ligeiras, sem autonomia para operações oceânicas independentes. Para realizarem operações oceânicas, os contratorpedeiros tinham que se agrupar em flotilhas, apoiadas por navios de apoio logístico. Pouco antes da Segunda Guerra Mundial, começaram a ser desenvolvidos contratorpedeiros maiores e mais poderosos, capazes de operarem de forma independente. Os contratorpedeiros tornaram-se cada vez mais poderosos, começando a substituir os cruzadores, como principais navios de combate de superfície, à medida que aquele tipo de navios deixou de ser usado, pela maioria das marinhas, nas décadas de 1950 e de 1960. Atualmente, os contratorpedeiros são os maiores navios de combate de superfície da maioria das marinhas do mundo, já que apenas quatro nações (Estados Unidos, Rússia, França e Peru) ainda operam o tipo mais pesado dos cruzadores e já nenhuma opera couraçados. Os modernos contratorpedeiros de mísseis guiados são equivalentes, em deslocamento, mas muito superiores, em termos de poder de fogo e outras capacidades, aos cruzadores da Segunda Guerra Mundial. 
xsd:nonNegativeInteger 192 
xsd:integer 119214 
xsd:nonNegativeInteger 38386 
xsd:integer 43482272 

data from the linked data cloud