Cisjordânia

http://pt.dbpedia.org/resource/Cisjordânia an entity of type: Thing

Cisjordânia (em árabe: الضفة الغربية, ad-l-Ġarbiyyah Ḍaffah) é uma área de 5.640 quilômetros quadrados, com 40 km de comprimento e 20 km de largura, delimitada a leste pelo rio Jordão e pelo Mar Morto, e a oeste, norte e sul pela Linha Verde - demarcação estabelecida no Armistício israelo-árabe de 1949.
Cisjordânia 
Cisjordânia 
+1 
+2 
Flag of Palestine.svg 
Palestinian National Authority COA.svg 
Westbank Control & Access Restrictions Dec 2012.png 
Mapa da Cisjordânia 
aḍ-Ḍaffah l-Ġarbiyyah, 
الضفة الغربية‎ 
Cisjordânia 
xsd:integer 2014 
República semipresidencialista 
Presidente do Parlamento 
xsd:integer 5640 
xsd:integer 970 
xsd:integer 2676740 
970 
xsd:double 5.64e+09 
Presidente 
Primeiro-ministro 
xsd:nonNegativeInteger 2676740 
.ps 
Cisjordânia (em árabe: الضفة الغربية, ad-l-Ġarbiyyah Ḍaffah) é uma área de 5.640 quilômetros quadrados, com 40 km de comprimento e 20 km de largura, delimitada a leste pelo rio Jordão e pelo Mar Morto, e a oeste, norte e sul pela Linha Verde - demarcação estabelecida no Armistício israelo-árabe de 1949. Com exceção de Jerusalém Oriental, a Cisjordânia não foi formalmente anexada por Israel e, por isso, segundo a lei internacional, não pertence de jure a nenhum Estado desde a renúncia de soberania,por parte da Jordânia, que se mantinha desde a anexação ilegal, em 1948. Deste modo, aguarda uma resolução do seu estatuto definitivo (juntamente com a Faixa de Gaza) em futuras rondas negociais entre israelitas e palestinianos. Israel não concorda que o quarto convénio de Genebra se refira "ao território palestiniano ocupado" argumentando com "o não reconhecimento da soberania do território antes de sua anexação (ilegal) pela Jordânia e Egito", discordando assim do Tribunal Internacional de Justiça, da Autoridade Palestiniana, que governa a Cisjordânia, e do Hamas, que governa a Faixa de Gaza. Até 1948, o território integrava a parcela remanescente da Palestina histórica, a qual foi dividida em três partes: uma parte passou a integrar o Estado de Israel e as duas outras, Faixa de Gaza e a Cisjordânia, ambas de maioria árabe-palestina, deveriam integrar um Estado palestiniano, a ser criado conforme a Resolução 181 das Nações Unidas (1947), com a anuência da anterior potência colonial da zona, o Reino Unido. A Resolução 181 das Nações Unidas previa a criação de dois Estados: Israel e Palestina. No entanto os árabes não aceitaram e declararam guerra a Israel, dando início à guerra árabe-israelense de 1948. Em Março de 1977, Zahir Muhsein, membro executivo da Organização de Libertação da Palestina (OLP), disse em entrevista ao jornal holandês Trouw: "Não existe 'povo palestiniano'. A criação de um Estado palestiniano é apenas um meio para continuar a nossa luta contra o Estado de Israel". Após a Guerra dos Seis Dias algumas porções dispersas passaram a ser administradas pela Autoridade Nacional Palestiniana, mas Israel mantém o controlo das fronteiras e está actualmente a construir um muro de separação, com 700 quilômetros de extensão que tem vido a reduzir "os ataques com homens-bomba vindos da Cisjordânia" 
xsd:nonNegativeInteger 105 
Cisjordânia 
aḍ-Ḍaffah l-Ġarbiyyah, 
الضفة الغربية‎ 
xsd:integer 3941 
xsd:nonNegativeInteger 13484 
xsd:integer 44733977 
<squareKilometre> 5640.0 

data from the linked data cloud