Challenger (ônibus espacial)

http://pt.dbpedia.org/resource/Challenger_(ônibus_espacial)

Challenger foi um ônibus espacial (vaivém espacial em português europeu) da NASA. Foi o terceiro a ser fabricado, após a Enterprise e o Columbia . Foi pela primeira vez ao espaço em 4 de abril de 1983.Este desastre paralisou o programa espacial estadunidense durante meses, durante os quais foi feita uma extensa investigação que concluiu por defeito no equipamento e no processo de controle de qualidade da fabricação das peças da espaçonave, a anilha.
Challenger (ônibus espacial) 
Challenger Launch.jpg 
xsd:integer 200 
Challenger 
xsd:integer 10 
Destruído em 1986 
xsd:integer
xsd:integer 28 
<kilometre> 4.1527414E7 
xsd:integer
xsd:integer
O ônibus espacial Challenger sendo lançado ao espaço 
xsd:integer 10 
xsd:integer 995 
OV-099 
<second> 5385382.0 
Challenger foi um ônibus espacial (vaivém espacial em português europeu) da NASA. Foi o terceiro a ser fabricado, após a Enterprise e o Columbia . Foi pela primeira vez ao espaço em 4 de abril de 1983. Em 28 de Janeiro de 1986, na STS-51-L (sua oitava missão), um defeito numa anilha de borracha que vedava um dos propulsores provocou um incêndio repentino no tanque externo de combustível causando a explosão da Challenger, a anilha se endureceu com a baixa temperatura do dia 28, e não ficou flexível suficiente, matando todos seus ocupantes, inclusive a professora Christa McAuliffe, a primeira civil a participar de um voo espacial. Este desastre paralisou o programa espacial estadunidense durante meses, durante os quais foi feita uma extensa investigação que concluiu por defeito no equipamento e no processo de controle de qualidade da fabricação das peças da espaçonave, a anilha. A investigação sobre o acidente com o ônibus espacial foi liderada pelo renomado físico Richard Philips Feynman, que descobriu uma falha nos anéis de borracha que serviam para a vedação das partes do tanque de combustíveis, que apresentava anomalias na expansão quando a temperatura chegava aos 0°C (ou 32°F). Feynman foi a público explicar as causas do acidente que chocou os Estados Unidos e fez uma demonstração em rede nacional e ao vivo. 
xsd:nonNegativeInteger 48 
xsd:integer 53890 
xsd:nonNegativeInteger 4118 
xsd:integer 44619743 

data from the linked data cloud