Catarina, a Grande

http://pt.dbpedia.org/resource/Catarina,_a_Grande an entity of type: Thing

Catarina II, a Grande (em russo: Екатерина II Великая, transl. Yekaterina II Vielikaya, nascida Sofia Frederica Augusta de Anhalt-Zerbst; em alemão Sophie Friederike Auguste von Anhalt-Zerbst) Stettin, 2 de maio de 1729 — Tsarskoye Selo, 17 de novembro de 1796) foi uma imperatriz déspota russa de origem alemã que reinou entre 1762 e 1796. Era prima de Gustavo III da Suécia e de Carlos XIII da Suécia.
Catarina, a Grande 
xsd:integer 28 
SignatureEkaterina II.jpg 
Romanov 
Ascânia 
Profile_portrait_of_Catherine_II_by_Fedor_Rokotov_.jpg 
xsd:integer 245 
Catarina II 
Sofia Frederica Augusta 
Imperatriz Consorte da Rússia 
Casas 
Marido 
Predecessora 
Imperato 
Sucessora 
Imperatriz e Autocrata de Todas as Rússias 
Alexei Grygoriovich Bobrinsky 
Ana Petrovna Poniatowski 
Catarina II, a Grande (em russo: Екатерина II Великая, transl. Yekaterina II Vielikaya, nascida Sofia Frederica Augusta de Anhalt-Zerbst; em alemão Sophie Friederike Auguste von Anhalt-Zerbst) Stettin, 2 de maio de 1729 — Tsarskoye Selo, 17 de novembro de 1796) foi uma imperatriz déspota russa de origem alemã que reinou entre 1762 e 1796. Era prima de Gustavo III da Suécia e de Carlos XIII da Suécia. Durante o seu reinado, o Império Russo se expandiu, melhorou a sua administração e continuou a modernizar-se. O reinado de Catarina revitalizou a Rússia, que cresceu com ainda mais força e tornou-se conhecida como uma das maiores potências europeias. Os seus sucessos dentro da complexa política externa e as suas represálias por vezes brutas aos movimentos revolucionários (mais notavelmente na Rebelião Pugachev) complementaram a sua caótica vida privada. Causava escândalo frequentemente, dada a sua tendência para relações que espalhavam rumores por todas as cortes europeias. Catarina subiu ao poder supostamente após uma conspiração por ela mesma elaborada que depôs o seu marido, o czar Pedro III, e o seu reinado foi o apogeu da nobreza russa. Pedro III, sob pressão da mesma nobreza, tinha já aumentado a autoridade dos grandes proprietários de terra nos seus mujique e servos. Apesar dos deveres impostos nos nobres pelo primeiro modernizador proeminente da Rússia, o czar Pedro I, e apesar das amizades de Catarina com os intelectuais do iluminismo na Europa Ocidental (em particular Denis Diderot, Voltaire e Montesquieu), a imperatriz não considerava prático melhorar as condições de vida dos seus súbditos mais pobres que continuavam a ser ostracizados (por exemplo) por conscrição militar. As distinções entre os direitos dos camponeses nos estados votchine e pomestie desapareceram virtualmente na lei e na prática durante o seu reinado. Em 1785, Catarina conferiu à nobreza a Carta Régia da Nobreza, aumentando ainda mais o poder dos senhores de terra. Nobres em cada distrito elegiam um "marechal da nobreza" que falava em seu nome à monarca sobre problemas que os afetavam, em especial os problemas econômicos. 
xsd:nonNegativeInteger 299 
Catarina II 
Sofia Frederica Augusta 
xsd:integer 105506 
xsd:nonNegativeInteger 62460 
xsd:integer 44814131 

data from the linked data cloud