Casa de Augusto

http://pt.dbpedia.org/resource/Casa_de_Augusto

Casa de Augusto (em latim: Domus Augusti) ou Casa Augusteia (em latim: Domus Augustea) é o nome atribuído a duas residências de Otaviano situadas no monte Palatino, em Roma, na Itália. A primeira delas foi a residência onde nasceu e viveu por algum tempo antes de partir com sua família para Velitras. A segunda foi sua residência oficial quando tornou-se imperador como Augusto (r. 27 a.C.–14 d.C.). Ambas não devem ser confundidas com a Casa Augustana (Domus Augustana) ou Casa Augustiana (Domus Augustiana), que faz parte do vasto complexo palaciano construído pelo imperador Domiciano (r. 81–96) no Palatino em 92.
Casa de Augusto 
Casa de Augusto (em latim: Domus Augusti) ou Casa Augusteia (em latim: Domus Augustea) é o nome atribuído a duas residências de Otaviano situadas no monte Palatino, em Roma, na Itália. A primeira delas foi a residência onde nasceu e viveu por algum tempo antes de partir com sua família para Velitras. A segunda foi sua residência oficial quando tornou-se imperador como Augusto (r. 27 a.C.–14 d.C.). Ambas não devem ser confundidas com a Casa Augustana (Domus Augustana) ou Casa Augustiana (Domus Augustiana), que faz parte do vasto complexo palaciano construído pelo imperador Domiciano (r. 81–96) no Palatino em 92. A segunda residência de Augusto foi instalada onde se situavam as residências de Quinto Hortênsio Hórtalo e Quinto Lutácio Cátulo, ambas compradas. Ela foi construída antes de 13 de janeiro de 27 a.C., data que o senado autoriza o príncipe a colocar a coroa de carvalho acima da porta de sua residência. De acordo com Suetônio, dentro do complexo havia o Templo de Apolo Palatino que foi construído sobre o local onde o edifício foi atingido por um raio. Nele havia, segundo os autores clássicos, uma elevada câmara de torre, para a qual o imperador se retirava, uma edícula e um Altar de Vesta (Ara Vestae). O edifício foi destruído por um incêndio em 3 d.C., e foi reconstruído mediante contribuições. A Casa de Augusto é beirada por uma pequena passagem, acessada pelo criptopórtico da Casa de Tibério, que prossegue para um pátio amplamente pavimentado com mosaicos. À direita há um triclínio e próximo há uma adega de vinho. Oposto à entrada há três salas abobadadas defrontando o muro norte e originalmente iluminadas por janelas lunetas sob o telhado do pátio. Nelas há afrescos similares àqueles de Pompeia. A outra seção da casa, talvez a frente, foi acessada por um pórtico descrito por uma estreita escada de madeira. Ela consistiu num pátio cercado por um pórtico com pilares retangulares e salas nos dois lados; no lado sul há restos escassos dum peristilo. Seu centro foi preenchido por uma grande sala e o pórtico se divide em pequenas salas. Seu ângulo de molde foi cortado por um estreito criptopórtico. Sabe-se que há um andar inferior, sob o qual nada se sabe atualmente. 
xsd:nonNegativeInteger 36 
xsd:integer 4469293 
xsd:nonNegativeInteger 3236 
xsd:integer 44766055 

data from the linked data cloud