Cantiga de ninar

http://pt.dbpedia.org/resource/Cantiga_de_ninar

Cantigas de ninar, canções de ninar, ninos, acalantos ou cantigas de embalar são canções que as pessoas entoam para fazer os bebês ou crianças dormirem.Nina-nana é o tom ritmado da voz de quem embala a criança e é também o nome que se dá à "cantiga de acalentar". Leite de Vasconcelos distingue três tipos de cantigas: as de berço (ou embalar), as de acalentar e as complexas que servem para embalar e acalentar.No Brasil, dentre as mais conhecidas canções de ninar estão o Dorme nenem (folclore do Nordeste do Brasil, recolhido por Luís da Câmara Cascudo) e o Boi da cara preta (de Dorival Caymmi).
Cantiga de ninar 
Cantigas de ninar, canções de ninar, ninos, acalantos ou cantigas de embalar são canções que as pessoas entoam para fazer os bebês ou crianças dormirem. Nina-nana é o tom ritmado da voz de quem embala a criança e é também o nome que se dá à "cantiga de acalentar". Leite de Vasconcelos distingue três tipos de cantigas: as de berço (ou embalar), as de acalentar e as complexas que servem para embalar e acalentar. Normalmente os temas das cantigas são temas religiosos como anjos, pais ausentes, entidades míticas do sono e entidades assustadoras de crianças (bicho-papão e a cuca mencionada da obra de Monteiro Lobato). O Novo Dicionário da Língua Portuguesa de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira registra o vocábulo cuca significando bicho-papão, papa-gente, tutu, bitu, boitatá, papa-figo. A cuca (chamada "côca" em algumas regiões do Brasil) é um bicho imaginário frequentemente usado para fazer medo às crianças que não querem dormir. No Brasil, dentre as mais conhecidas canções de ninar estão o Dorme nenem (folclore do Nordeste do Brasil, recolhido por Luís da Câmara Cascudo) e o Boi da cara preta (de Dorival Caymmi). 
xsd:nonNegativeInteger 10 
xsd:integer 325480 
xsd:nonNegativeInteger 2092 
xsd:integer 37157448 

data from the linked data cloud