Cannabis (psicotrópico)

http://pt.dbpedia.org/resource/Cannabis_(psicotrópico)

Cannabis (aportuguesado como cânabis ou canábis), também conhecida por vários nomes populares, refere-se a várias drogas psicoativas e medicamentos derivados de plantas do gênero Cannabis. Farmacologicamente, o principal constituinte psicoativo desse tipo de planta é o tetrahidrocanabinol (THC), um dos 400 compostos da planta, incluindo outros canabinoides, como o canabidiol (CBD), canabinol (CBN) e tetrahidrocanabivarin (THCV).
Cannabis (psicotrópico) 
xsd:integer 1998  2003  2004  2005  2006  2008  2009  2010 
Dreher, Melanie Creagan; Mathre, Mary Lynn 
Nice, Graeme 
Stephens, Robert S 
Whittle, Brian Anthony; Robson, Philip 
Cannabis 
Cannabis 
Oxford University Press 
Wiley-VCH 
Algora Pub 
Haworth Press 
Jessica Kingsley 
Jessica Kingsley Publishers 
Park Street Press 
Pharmaceutical Press 
xsd:integer
inglês 
xsd:integer 200 
xsd:integer 978 
Planta de cannabis sativa em seu florescimento, com os tricomas visíveis. 
Ásia Central e Meridional. 
David 
Mitchell 
Robert 
Richard 
Ethan 
Nadia 
Julie 
Roger A. 
Didier M 
Geoffrey William 
Leslie L 
Cannabis 
Cannabinoids in Nature and Medicine 
Cannabis and cognitive functioning 
Cannabis and young people: reviewing the evidence 
Women and cannabis: medicine, science, and sociology 
Cannabis dependence: its nature, consequences, and treatment 
The medicinal uses of cannabis and cannabinoids 
The science of marijuana 
What you need to know about cannabis: understanding the facts 
Hemp: American history revisited: the plant with a divided history 
Understanding marijuana: a new look at the scientific evidence 
The pot book: a complete guide to cannabis: its role in medicine, politics, science, and culture 
Russo 
Jenkins 
Emmett 
Guy 
Holland 
Lambert 
Iversen 
Deitch 
Earleywine 
Roffman 
Solowij 
http://books.google.com/books?id=r9wPbxMAG8cC&pg=PP1 
http://books.google.com/books?id=PKDrpeRRY94C&pg=PP1 
Medicinal e recreativo 
Maconha 
Cannabis 
Afeganistão, Canadá, China, Colômbia, Índia, Jamaica, Laos, México, Myanmar, Países Baixos, Paquistão, Tailândia, Turquia, Paraguai e Estados Unidos 
Cannabis 
Cannabis (aportuguesado como cânabis ou canábis), também conhecida por vários nomes populares, refere-se a várias drogas psicoativas e medicamentos derivados de plantas do gênero Cannabis. Farmacologicamente, o principal constituinte psicoativo desse tipo de planta é o tetrahidrocanabinol (THC), um dos 400 compostos da planta, incluindo outros canabinoides, como o canabidiol (CBD), canabinol (CBN) e tetrahidrocanabivarin (THCV). A forma herbácea da droga consiste de flores e folhas maduras que subtendem das plantas pistiladas femininas. A forma resinosa, conhecida como haxixe, consiste fundamentalmente de tricomas glandulares coletados do mesmo material vegetal. A cannabis é frequentemente consumida por seus efeitos psicoativos e fisiológicos que podem incluir bom humor, euforia, relaxamento e aumento do apetite. Entre os efeitos colaterais indesejados estão a diminuição da memória de curto prazo, boca seca, dificuldade motora, vermelhidão dos olhos e sentimentos de paranoia ou ansiedade. O consumo humano da cannabis teve início no terceiro milênio a.C. e seu uso atual é voltado para recreação ou como medicamento, além de também ser usada como parte de rituais religiosos ou espirituais. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que cerca de quatro por cento da população mundial (162 milhões de pessoas) usam cannabis pelo menos uma vez ao ano e cerca de 0,6 por cento (22,5 milhões) consomem-na diariamente. A posse, o uso ou a venda da cannabis começou a se tornar ilegal no início do século XX em diversos países ocidentais, principalmente nos Estados Unidos. A proibição do consumo da erva se tornou global após a Convenção Internacional do Ópio, assinada em 1912 na cidade de Haia, quando diversas nações decidiram proibir o comércio mundial do "cânhamo indiano". Desde então, as leis que regulamentam a proibição da planta se intensificaram ao redor do mundo. Na últimas décadas, no entanto, surgiram diversos movimentos pela legalização da cannabis, enquanto alguns países e regiões passaram a permitir o uso do psicoativo sob certas circunstâncias, como foi o caso dos Países Baixos. Em 10 de dezembro de 2013, o Uruguai se tornou o primeiro país do mundo a legalizar o cultivo, a venda e o consumo da cannabis. 
xsd:nonNegativeInteger 422 
Mundo 
Cannabis sativa, Cannabis indica, Cannabis ruderalis 
xsd:integer 402727 
xsd:nonNegativeInteger 133617 
xsd:integer 44901381 

data from the linked data cloud