Cônsul (Roma Antiga)

http://pt.dbpedia.org/resource/Cônsul_(Roma_Antiga)

O cônsul (do latim consul, plural consules, abreviação cos.) era o magistrado supremo na República Romana.Durante a república, em número de dois, os cônsules eram os mais importantes magistrados: comandavam o exército, convocavam o senado, presidiam os cultos públicos e, em épocas de "calamidade pública" (derrotas militares, revoltas dos plebeus ou catástrofes), indicavam o ditador que seria referendado pelo senado e teria poderes absolutos por seis meses. Durante o Império Romano, o consulado, despido de poderes verdadeiros, tornou-se uma magistratura puramente honorífica que exigia de seu ocupante gastos enormes na realização de jogos, mas ainda abria caminho para alguns cargos efetivos, como o exercício de certos governos provinciais (proconsulado). Com a divisão do império, cada um dos
Cônsul (Roma Antiga) 
O cônsul (do latim consul, plural consules, abreviação cos.) era o magistrado supremo na República Romana. Durante a república, em número de dois, os cônsules eram os mais importantes magistrados: comandavam o exército, convocavam o senado, presidiam os cultos públicos e, em épocas de "calamidade pública" (derrotas militares, revoltas dos plebeus ou catástrofes), indicavam o ditador que seria referendado pelo senado e teria poderes absolutos por seis meses. Durante o Império Romano, o consulado, despido de poderes verdadeiros, tornou-se uma magistratura puramente honorífica que exigia de seu ocupante gastos enormes na realização de jogos, mas ainda abria caminho para alguns cargos efetivos, como o exercício de certos governos provinciais (proconsulado). Com a divisão do império, cada um dos cônsules (que continuavam a dar nome ao ano e que teriam mandato de ano, sem prorrogação), era escolhido por um dos imperadores (o do Ocidente e do Oriente), até que Justiniano I aboliu a magistratura em 541 d.C.. 
xsd:nonNegativeInteger 55 
xsd:integer 22180 
xsd:nonNegativeInteger 6482 
xsd:integer 44898853 

data from the linked data cloud