Boeing 767

http://pt.dbpedia.org/resource/Boeing_767

O Boeing 767 é um avião birreator desenvolvido e fabricado pela fabricante norte-americana Boeing.O modelo foi introduzido juntamente com o 757, no início da década de 1980. É um widebody ou seja, tem a fuselagem larga ,com dois corredores. O Boeing 767, com um longo alcance e baixo custo operacional, foi o principal responsável pela grande popularização dos voos transatlânticos entre a década de 1970 e a década de 1980.É uma das aeronaves que mais cruza o Oceano Atlântico diariamente. Está sendo substituído gradativamente pelo Boeing 787.
Boeing 767 
xsd:integer 541 
xsd:integer 485 
Air.canada.b767-300.c-ggfj.2.jpg 
Um Boeing 767 da Air Canada 
Boeing 767 
GE: 62.100 lbf Para outros modelos, verifique a seção Especificações. 
Carga: Potência por motor: PW: 63.300 lb 
xsd:integer 1981 
xsd:integer 11825 
xsd:integer 2833 
xsd:integer 767 
xsd:integer 476 
xsd:integer 767 
xsd:integer
xsd:integer 181 
xsd:integer 179170 
xsd:integer 82380 
Até maio de 2015 1074 
xsd:integer
xsd:double 0.86 
com a United Airlines 
Até 3 
xsd:integer 851 
O Boeing 767 é um avião birreator desenvolvido e fabricado pela fabricante norte-americana Boeing. O modelo foi introduzido juntamente com o 757, no início da década de 1980. É um widebody ou seja, tem a fuselagem larga ,com dois corredores. O Boeing 767, com um longo alcance e baixo custo operacional, foi o principal responsável pela grande popularização dos voos transatlânticos entre a década de 1970 e a década de 1980. É uma das aeronaves que mais cruza o Oceano Atlântico diariamente. Está sendo substituído gradativamente pelo Boeing 787. O Boeing 767 foi projetado para receber entre 200 e 300 passageiros, e surgiu para atender uma exigência do mercado, que necessitava de uma aeronave intermediária entre o modelo 737 e o 747. Fez seu primeiro voo em 26 de setembro de 1981. Tratava-se de um 767-200, matriculado como N767BA e dotado de dois motores Pratt & Whitney modelo JT9D de 50 mil libras de empuxo cada. O 767 também foi a primeira aeronave widebody projetada para que apenas dois pilotos pudessem comanda-la, não exigindo um terceiro tripulante, o engenheiro de voo. Sua história teve início em 14 de julho de 1978 com a encomenda de 30 modelos pela United Airlines. Em 19 de agosto de 1982 o primeiro 767 foi entregue, porém, a aeronave só entrou em serviço em 8 de setembro de 1982, quando realizou a rota Chicago-Denver. Em março de 1984 surgiu o 767-200ER, uma versão que tem um alcance superior, mesmo quando muito pesado, e um tanque central adicional para permitir voos ainda mais longos. A primeira companhia a operá-lo foi a Ethiopian Airlines. Ainda durante o início da década de 1980, a Boeing fazia estudos para conceber uma versão um pouco maior do 767. O resultado foi o 767-300, que possui 6,4 metros a mais de comprimento que o modelo -200, teve seu projeto iniciado em 29 de setembro de 1983, quando a Japan Airlines encomendou a aeronave. O primeiro 767-300 foi entregue em 25 de setembro de 1986, e entrou em operação em 20 de outubro do mesmo ano. Ainda no ano de 1986 a Boeing realizou o primeiro voo, da versão com alcance estendido, do modelo -300, o 767-300ER, que teve como primeira operadora a American Airlines, que recebeu a primeira aeronave em 19 de fevereiro de 1988. Anos mais tarde, surgiu a versão cargueira deste modelo, dando origem ao 767-300ERF, que teve como primeira operadora a UPS (United Parcel Service). O 767 tornou-se uma das aeronaves mais populares para a realização de voos de travessia do Atlântico, e foi uma aeronave pioneira no uso de ETOPS (Extended Twin-Engine Operations), que é um certificado que as aeronaves bimotoras recebem para poder voar mais tempo sobre áreas aonde não existe uma alternativa próxima. Quase 20 anos após o início do programa do 767, a Boeing lançou em 1997 o 767-400, que tem 6,4 metros a mais de comprimento que o modelo -300, e 12,8 metros a mais que o modelo -200. Devido ao novo tamanho da fuselagem, o trem de pouso do 767-400 teve sua altura aumentada em 46 centímetros. Também foram feitas mudanças nos pneus, rodas e freios, que neste modelo, são compatíveis com o Boeing 777. Mudanças no cockpit e na cabine de passageiros também foram feitas, seguindo o estilo do 777. O 767-400 entrou em serviço em 14 de setembro de 2000, com as cores da companhia americana Continental Airlines. O 767, um dos aviões mais populares da Boeing, encontra-se ainda em produção. Atualmente são fabricadas as seguintes aeronaves: 767-300ER, 767-300ERF e 767-400ER. 
xsd:nonNegativeInteger 85 
xsd:integer 83901 
xsd:nonNegativeInteger 19363 
xsd:integer 44496803 

data from the linked data cloud