Boeing 757

http://pt.dbpedia.org/resource/Boeing_757

O Boeing 757 é um avião de porte médio, narrow-body, bimotor fabricado pela Boeing. As versões para passageiros do 757 pode transportrar entre 186 e 279 passageiros, e possui um alcance máximo de 3.100 a 3.900 milhas náuticas (5.900 a 7.200 km) dependendo da variante e configuração de assentos. O Boeing 757 foi produzido em dois comprimentos de fuselagem: o original 757-200 entrou em serviço em 1983, e o 757-300 entrou em serviço em 1999. Versões cargueiras do 757-200, o 757-200PF e o 757-200SF, também foram produzidos.
Boeing 757 
xsd:integer 1356 
xsd:integer 5447 
Boeing 757-256 - Iberia - EC-HIS - LEMD - 200503051655.jpg 
Boeing 757 da Iberia 
Boeing 757 
Dados de: Boeing 
xsd:integer 1981 
xsd:integer 6658 
xsd:integer 18125 
xsd:integer 757 
xsd:integer 3805 
xsd:integer 757 
xsd:integer 98655 
xsd:integer
xsd:integer 243 
xsd:integer 123600 
xsd:integer 64590 
xsd:integer 1050 
xsd:integer 12800 
xsd:integer
xsd:double 0.86 
xsd:integer 913 
com a Eastern Air Lines 
Até 2 
xsd:integer 850 
O Boeing 757 é um avião de porte médio, narrow-body, bimotor fabricado pela Boeing. As versões para passageiros do 757 pode transportrar entre 186 e 279 passageiros, e possui um alcance máximo de 3.100 a 3.900 milhas náuticas (5.900 a 7.200 km) dependendo da variante e configuração de assentos. O Boeing 757 foi produzido em dois comprimentos de fuselagem: o original 757-200 entrou em serviço em 1983, e o 757-300 entrou em serviço em 1999. Versões cargueiras do 757-200, o 757-200PF e o 757-200SF, também foram produzidos. Lançado com pedidos da Eastern Air Lines e British Airways em 1978, o Boeing 757 foi desenvolvido para substituir o anterior narrow-body Boeing 727, trijato, em rotas curtas e médias. O 757 foi concebido e projetado em tandem com o Boeing 767, uma aeronave wide-body bimotora com a qual compartilha características do projeto e cockpit para dois tripulantes. As similaridades na operação entre as duas aeronaves permitiu aos pilotos obterem um certificado tipo único para operar ambos os jatos, após o término de um curso de transição. Após sua introdução, o 757 se tornou comumente utilizado por vários operadores nos Estados Unidos e Europa, e particularmente com as empresas cargueiras americanas e empresas na Europa que realizam voo charter. O 757 também foi adquirido para uso governamental, militar, e transporte VIP. A produção do 757 se encerrou no dia 28 de Outubro de 2004 após terem sido fabricadas 1.050 unidades. A última aeronave foi entregue à Shanghai Airlines em 28 de Novembro de 2005. Um total de 945 Boeing 757 estavam em serviço ao mês de Julho de 2010. A Delta Air Lines opera a maior frota de 757 no ano de 2010. 
xsd:nonNegativeInteger 113 
xsd:integer 91743 
xsd:nonNegativeInteger 21253 
xsd:integer 44496797 

data from the linked data cloud