Bico (budismo)

http://pt.dbpedia.org/resource/Bico_(budismo)

Bico (bhikkhu em páli; bhiksu/bhikṣu em sânscrito; bǐqīu, 比丘 em chinês) é o nome pelo qual são chamados, no budismo, os monges do sexo masculino. As monjas recebem o nome de bicunim no português de Goa (bhikkhuni em páli). Bhikkhus e bhikkhunis obedecem a uma série de preceitos monásticos, cujas regras básicas são chamadas de patimokkha. Seu estilo de vida é moldado de forma a permitir as práticas espirituais, que são essencialmente a simplicidade e a vida meditativa, até atingir o nirvana.
Bico (budismo) 
Bico (bhikkhu em páli; bhiksu/bhikṣu em sânscrito; bǐqīu, 比丘 em chinês) é o nome pelo qual são chamados, no budismo, os monges do sexo masculino. As monjas recebem o nome de bicunim no português de Goa (bhikkhuni em páli). Bhikkhus e bhikkhunis obedecem a uma série de preceitos monásticos, cujas regras básicas são chamadas de patimokkha. Seu estilo de vida é moldado de forma a permitir as práticas espirituais, que são essencialmente a simplicidade e a vida meditativa, até atingir o nirvana. O monaquismo foi introduzido no budismo no início da sua história, mas aplicou-se, num primeiro tempo, apenas aos homens. Gautama Buddha aceitou que as mulheres pudessem ser monjas, designadas como bhikkhuni. A ordenação normalmente não é imediata: quem quiser tomar votos, tem de ser, primeiro, noviço, dito samanera. A partir dos 20 anos, é possível se fazer os votos de bhikhu. Tal designação é mais comum dentro da tradição theravada. Há monges em outras tradições budistas, como no zen, que têm a possibilidade de casar-se e assumir atividades profissionais. 
xsd:nonNegativeInteger 35 
xsd:integer 1330916 
xsd:nonNegativeInteger 4097 
xsd:integer 44006654 

data from the linked data cloud