Ben-Hur

http://pt.dbpedia.org/resource/Ben-Hur an entity of type: Thing

Ben-Hur é um filme épico norte-americano de 1959 dirigido por William Wyler, produzido por Sam Zimbalist para Metro-Goldwyn-Mayer e estrelado por Charlton Heston, Jack Hawkins, Haya Harareet, Stephen Boyd e Hugh Griffith. O filme é uma refilmagem do longa homônimo de 1925 e também uma adaptação do romance Ben-Hur: A Tale of the Christ escrito por Lew Wallace. O roteiro é creditado a Karl Tunberg, porém contém contribuições de Maxwell Anderson, S. N. Behrman, Gore Vidal e Christopher Fry.
Ben-Hur 
xsd:integer 1959  1997  1999  2010 
Wilson, Lucy Autrey 
cor 
Ben-Hur: A Tale of the Christ, de Lew Wallace 
Edward Carfagno 
William A. Horning 
Robert L. Surtees 
Metro-Goldwyn-Mayer 
xsd:integer 222 
HarperCollins 
Random House 
Doubleday 
Continuum 
Da Capo Press 
Yale University Press 
John Dunning 
Ralph E. Winters 
Elizabeth Haffenden 
Ben hur 1959 poster.jpg 
Pôster promocional 
xsd:integer 245 
xsd:integer 978 
xsd:integer 18  25  29 
New Haven 
Nova Iorque 
Daniel 
Fred 
Ben-Hur 
Ray 
Jan 
Jon 
Alex Ben 
US$ 15,2 milhões 
US$ 146,9 milhões 
harv 
Karl Tunberg 
Kaplan 
Herman 
Eagan 
Solomon 
Block 
Freiman 
LF 
America's Film Legacy: The Authoritative Guide to the Landmark Movies in the National Film Registry 
Gore Vidal: A Biography 
The Ancient World in the Cinema 
George Lucas's Blockbusting: A Decade-by-Decade Survey of Timeless Movies Including Untold Secrets of Their Financial and Cultural Success 
The Story of the Making of Ben-Hur: A Tale of the Christ, from Metro-Goldwyn-Mayer 
A Talent for Trouble: The Life of Hollywood's Most Acclaimed Director, William Wyler 
xsd:integer 52618 
<usDollar> 15200.0 
<usDollar> 146900.0 
0052618 
xsd:gYear 1959 
Pôster promocional 
Ben-Hur é um filme épico norte-americano de 1959 dirigido por William Wyler, produzido por Sam Zimbalist para Metro-Goldwyn-Mayer e estrelado por Charlton Heston, Jack Hawkins, Haya Harareet, Stephen Boyd e Hugh Griffith. O filme é uma refilmagem do longa homônimo de 1925 e também uma adaptação do romance Ben-Hur: A Tale of the Christ escrito por Lew Wallace. O roteiro é creditado a Karl Tunberg, porém contém contribuições de Maxwell Anderson, S. N. Behrman, Gore Vidal e Christopher Fry. O filme teve o maior orçamento e os maiores cenários construídos na história do cinema até então. A figurinista Elizabeth Haffenden supervisionou uma equipe de mais de cem fabricantes de roupas, com mais de duzentos artistas e operários trabalhando nas centenas de frisos criados para a produção. As filmagens começaram em 18 de maio de 1958 e foram finalizadas em 7 de janeiro de 1959, sendo realizadas seis dias por semana durante períodos de doze a catorze horas diárias. Os executivos da MGM tomaram a decisão de filmar Ben-Hur no formato widescreen, uma decisão que Wyler não gostou. Mais de duzentos camelos, 2,5 mil cavalos e dez mil figurantes foram usados durante as filmagens. A pós-produção durou seis meses, com a batalha marítima sendo realizada com miniaturas em um grande tanque de água nos estúdios da MGM em Culver City. A corrida de bigas de nove minutos de duração se tornou uma das sequências mais famosas do cinema, enquanto a trilha sonora composta por Miklós Rózsa é a mais longa já composta e muito influenciou outros filmes épicos por mais de quinze anos. Ben-Hur estreou em Nova Iorque em 18 de novembro de 1959 depois de um trabalho de divulgação que custou 14,7 milhões de dólares. Foi o filme de maior arrecadação do ano e no processo se tornou o segundo filme de maior bilheteria até então, atrás apenas de Gone with the Wind. Venceu um recorde de onze Oscars, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Fotografia em Cor, um feito igualado apenas em duas ocasiões por Titanic e The Lord of the Rings: The Return of the King. Ben-Hur também venceu três Prêmios Globo de Ouro para Melhor Filme – Drama, Melhor Diretor e Melhor Ator Coadjuvante. Ele é atualmente considerado como um dos melhores já feitos, sendo selecionado para preservação em 2004 no National Film Registry por ser considerado "culturalmente, historicamente ou esteticamente significante".Ainda nos dias de hoje é um dos melhores filmes de sempre com melhor banda sonora. 
xsd:nonNegativeInteger 162 
Ben-Hur 
xsd:integer 210735 
xsd:nonNegativeInteger 26500 
xsd:integer 44911584 

data from the linked data cloud