Baco

http://pt.dbpedia.org/resource/Baco

Baco (em grego: Βάκχος, transl. Bákchos; em latim: Bacchus; em italiano: Liber ou Liberato) é um nome alternativo, e posteriormente adotado pelos romanos, do deus grego Dioníso, cujo mito é considerado ainda mais antigo por alguns estudiosos. Os romanos o adotaram, como muitas de suas divindades, estrangeiras à mitologia romana, e o assimilaram com o velho deus itálico Liber Pater. Algumas lendas mencionam que a cidade de Nysa, na Índia (atual Nagar) teria sido consagrada a ele.
Baco 
xsd:integer 2006 
deus do vinho 
deuses romanos 
#00bfff 
Ediouro 
Michelangelo Bacchus.jpg 
xsd:decimal 978850002590 
Baco, por Michelangelo, Museu Nacional do Bargello, Florença 
Rio de janeiro 
Olimpo 
Thomas 
Baco 
Dionísio 
Júpiter e Sêmele 
Terra 
harv 
Roma 
Bulfinch 
O Livro de Ouro da Mitologia 
Baco (em grego: Βάκχος, transl. Bákchos; em latim: Bacchus; em italiano: Liber ou Liberato) é um nome alternativo, e posteriormente adotado pelos romanos, do deus grego Dioníso, cujo mito é considerado ainda mais antigo por alguns estudiosos. Os romanos o adotaram, como muitas de suas divindades, estrangeiras à mitologia romana, e o assimilaram com o velho deus itálico Liber Pater. Algumas lendas mencionam que a cidade de Nysa, na Índia (atual Nagar) teria sido consagrada a ele. É o deus do vinho, da ebriedade, dos excessos, especialmente sexuais, e da natureza. Príapo é um de seus companheiros favoritos. As festas em sua homenagem eram chamadas de bacanais - a percepção contemporânea de que tais eventos eram "bacanais" no sentido moderno do termo, ou seja, orgias, ainda é motivo de controvérsia. A pantera, o cântaro, a vinha e um cacho de uvas eram seus símbolos. Outras associações que não eram feitas com Baco foram atribuídas a Dioniso, como o tirso que ele empunha ocasionalmente. 
xsd:nonNegativeInteger 70 
xsd:integer 5773 
xsd:nonNegativeInteger 8305 
xsd:integer 44834126 

data from the linked data cloud