Aulo Cornélio Celso

http://pt.dbpedia.org/resource/Aulo_Cornélio_Celso

Aulo Cornélio Celso (em latim Aulus Cornelius Celsus; 25 a.C. — 50 d.C.) foi um enciclopedista romano e possivelmente um médico. Provavelmente viveu na Gália Narbonense. Seu trabalho De Medicina é a única parte sobrevivente de uma vasta enciclopédia e discorre principalmente sobre dietas, farmácia, cirurgia e campos correlatos. As porções perdidas da enciclopédia provavelmente incluíam volumes sobre agricultura, leis, retórica e artes militares. Seu livro De Medicina é uma das melhores fontes sobre o conhecimento médico em Alexandria.
Aulo Cornélio Celso 
sim 
sim 
julho de 2013 
Aulo Cornélio Celso (em latim Aulus Cornelius Celsus; 25 a.C. — 50 d.C.) foi um enciclopedista romano e possivelmente um médico. Provavelmente viveu na Gália Narbonense. Seu trabalho De Medicina é a única parte sobrevivente de uma vasta enciclopédia e discorre principalmente sobre dietas, farmácia, cirurgia e campos correlatos. As porções perdidas da enciclopédia provavelmente incluíam volumes sobre agricultura, leis, retórica e artes militares. Seu livro De Medicina é uma das melhores fontes sobre o conhecimento médico em Alexandria. No proémio ou introdução do seu trabalho, há uma discussão sobre a relevância da teoria para a prática médica e os prós e contras da experimentação animal e humana. Também descreveu a epilepsia como Morbus comitialis, pretendendo designar a epilepsia como doença grave, cujos ataques levavam as pessoas a se reunirem em "comícios" para vislumbrar os maus augúrios e desgraças que os ataques pressagiavam. Designou as doenças psiquiátricas por insânias, e é considerado o autor da escola eclética (de compromisso) Celso registrou os sinais cardinais da inflamação: dor, calor, rubor e tumor. Foi detalhista ao descrever a preparação de numerosos medicamentos antigos, incluindo uma preparado de opióides. Descreve também muitos procedimentos cirúrgicos romanos do primeiro século, como a remoção de catarata, o tratamento de pedras na bexiga e a consolidação de fraturas. O trabalho de Celso foi redescoberto pelo Papa Nicolau V e publicado em 1478, ficando famoso por seu elegante estilo em latim. 
xsd:nonNegativeInteger 22 
xsd:integer 598175 
xsd:nonNegativeInteger 2136 
xsd:integer 44531185 

data from the linked data cloud