Atena

http://pt.dbpedia.org/resource/Atena

Atena (no grego ático: Αθηνά, transl. Athēnā ou Aθηναία, Athēnaia; ver seção ), também conhecida como Palas Atena (Παλλάς Αθηνά) é, na mitologia grega, a deusa da civilização, da sabedoria, da estratégia em batalha, das artes, da justiça e da habilidade. Uma das principais divindades do panteão grego e um dos doze deuses olímpicos, Atena recebeu culto em toda a Grécia Antiga e em toda a sua área de influência, desde as colônias gregas da Ásia Menor até as da Península Ibérica e norte da África. Sua presença é atestada até nas proximidades da Índia. Por isso seu culto assumiu muitas formas, além de sua figura ter sido sincretizada com várias outras divindades das regiões em torno do Mediterrâneo, ampliando a variedade das formas de culto.
Atena 
Deusa das estratégias de batalha, civilização, sabedoria, artes, justiça, habilidade, inspiração, força e matemática 
xsd:integer
#CEF2DF 
Atena-Giustiniani---Vatican.jpg 
xsd:integer 250 
Atena Giustiniani, cópia romana de um original grego do Museu Pio-Clementino, Vaticano. 
Atena 
Athēnā, Athēnaia, Palas Atena 
Zeus e Métis 
sim 
Coruja de Atena, oliveiras, serpentes, égide, armaduras, elmos , lanças e gorgoneion 
Atena (no grego ático: Αθηνά, transl. Athēnā ou Aθηναία, Athēnaia; ver seção ), também conhecida como Palas Atena (Παλλάς Αθηνά) é, na mitologia grega, a deusa da civilização, da sabedoria, da estratégia em batalha, das artes, da justiça e da habilidade. Uma das principais divindades do panteão grego e um dos doze deuses olímpicos, Atena recebeu culto em toda a Grécia Antiga e em toda a sua área de influência, desde as colônias gregas da Ásia Menor até as da Península Ibérica e norte da África. Sua presença é atestada até nas proximidades da Índia. Por isso seu culto assumiu muitas formas, além de sua figura ter sido sincretizada com várias outras divindades das regiões em torno do Mediterrâneo, ampliando a variedade das formas de culto. A versão mais corrente de seu mito a dá como filha partenogênica de Zeus,e Métis Atena séria a próxima rainha do Olimpo. Temendo seu poder, seu pai engoliu Métis enquanto ainda estava grávida da deusa; fez isso através de um jogo divino, em que cada um deles se transformaria em um animal. Métis, nada prudente se transformou em uma mosca, então foi engolida e se alojou na cabeça de Zeus, com o passar dos anos o senhor dos céus começou a sentir uma dor de cabeça insuportável então pediu para Hefesto o deus ferreiro para que abrisse sua cabeça e de lá já adulta e plenamente armada saiu a deusa. Jamais se casou ou tomou amantes, mantendo uma virgindade perpétua. Era imbatível na guerra, nem mesmo Ares lhe fazia páreo. Foi padroeira de várias cidades, mas se tornou mais conhecida como a protetora de Atenas e de toda a Ática. Também protegeu vários heróis e outras figuras míticas, aparecendo em uma grande quantidade de episódios da mitologia. Foi uma das deusas mais representadas na arte grega e sua simbologia exerceu profunda influência sobre o pensamento grego, em especial nos conceitos relativos à justiça, à sabedoria e à função civilizadora da cultura e das artes, cujos reflexos são perceptíveis até nos dias de hoje em todo o ocidente. Sua imagem sofreu várias transformações ao longo dos séculos, incorporando novos atributos, interagindo com novos contextos e influenciando outras figuras simbólicas; foi usada por vários regimes políticos para legitimação de seus princípios, e penetrou inclusive na cultura popular. Sua intrigante identidade de gênero tem sido de especial apelo para os escritores ligados ao feminismo e à psicologia e algumas correntes religiosas contemporâneas voltaram a lhe prestar verdadeiro culto. 
xsd:nonNegativeInteger 680 
xsd:integer 23774 
xsd:nonNegativeInteger 187881 
xsd:integer 44930265 

data from the linked data cloud