Artaxastra

http://pt.dbpedia.org/resource/Artaxastra

Artaxastra, Artasastra ou Arthashastra (AITS: Arthaśāstra) é um antigo tratado indiano sobre estadismo, política econômica e estratégia militar escrito em sânscrito. Identifica seu autor pelos nomes Cautília (Kauṭilya) e Vichnugupta (Viṣṇugupta), ambos tradicionalmente associados com Chanakya (ca. 350-283 a.C.), um estudioso em Taxila e o professor e guardião do imperador Chandragupta Máuria, o fundador do Império Máuria. O texto foi influente até o século XII, quando desapareceu. Foi redescoberto em 1904 por Rudrapatnam Shamasastry, que publicou-o em 1909. Roger Boesche descreve o Artaxastra como "um livro de realismo político, um livro de análise de como o mundo político funciona e não muito frequentemente começando como ele deve funcionar, um livro que frequentemente revela para um rei
Artaxastra 
xsd:integer 1904  1964  1971  1984  2002  2005  2006 
Basu, R.L. 
Hugo, G. 
doi:10.2307/597102 
E.J. Brill 
D. Reidel 
Deep & Deep Publications 
Lexington Books 
xsd:integer 978 
xsd:integer
Journal of the American Oriental Society 
Working papers in Economics, Ecology and the Environment 
Boston 
Leida 
Lanham 
Roger 
B. 
C. 
R. K. 
Rudrapatnam 
Thomas R. 
xsd:integer 120 
I. W. 
xsd:integer 162 
harv 
Sen 
Boesche 
Currey 
Shamasastry 
Tisdell 
Trautmann 
The First Great Political Realist: Kautilya and His Arthashastra 
Economics in Arthasastra 
Kautilya's Arthashastra 
The Date of the Arthaśāstra 
Elephants and polity in ancient India as exemplified by Kautilya's Arthasastra 
Famine as a Geographical Phenomenon, GeoJournal library 
Kauṭilya and the Arthaśāstra: A Statistical Investigation of the Authorship and Evolution of the Text 
Mabbett 
xsd:integer 84 
Artaxastra, Artasastra ou Arthashastra (AITS: Arthaśāstra) é um antigo tratado indiano sobre estadismo, política econômica e estratégia militar escrito em sânscrito. Identifica seu autor pelos nomes Cautília (Kauṭilya) e Vichnugupta (Viṣṇugupta), ambos tradicionalmente associados com Chanakya (ca. 350-283 a.C.), um estudioso em Taxila e o professor e guardião do imperador Chandragupta Máuria, o fundador do Império Máuria. O texto foi influente até o século XII, quando desapareceu. Foi redescoberto em 1904 por Rudrapatnam Shamasastry, que publicou-o em 1909. Roger Boesche descreve o Artaxastra como "um livro de realismo político, um livro de análise de como o mundo político funciona e não muito frequentemente começando como ele deve funcionar, um livro que frequentemente revela para um rei quais medidas calculistas e às vezes brutais ele deve tomar para preservar o Estado e o bem comum." Centralmente, o Artaxastra argumenta como em um autocracia uma economia sólida e eficiente pode ser gerenciada. Discute a ética da economia e os deveres e obrigações de um rei. O escopo do Artaxastra é, contudo, muito mais amplo que estatismo, e oferece um esboço de todo o quadro jurídico e burocrático para gerir um reino, com uma riqueza detalhes culturais descritivos sobre tópicos como a mineralogia, mineração e metais, agricultura, pecuária, medicina e o uso de animais selvagens. O Artaxastra também foca sobre assuntos de bem-estar (por exemplo, redistribuição da riqueza durante uma fome) e a ética coletiva que mantêm uma sociedade em conjunto. 
xsd:nonNegativeInteger 14 
xsd:integer 1682078 
xsd:nonNegativeInteger 3541 
xsd:integer 39502779 

data from the linked data cloud