Ariola Discos

http://pt.dbpedia.org/resource/Ariola_Discos

Ariola Discos Fonográficos e Fitas Magnéticas Ltda. foi uma das Gravadoras da indústria fonográfica do Brasil fundada em 1979 pelo produtor Marco Mazolla e comprada em 1985 pela Polygram, passando a se chamar Barclay. Já a marca Ariola foi comprada pela RCA Victor, passando a se chamar RCA Ariola.A marca Ariola viria a se tornar RCA BMG Ariola, BMG Ariola, BMG Brasil, BMG Music e Sony BMG Music.Os antigos fonogramas da Ariola e da Barclay, hoje fazem parte da Universal Music Brasil. A marca Ariola permaneceu no Brasil.
Ariola Discos 
Ariola Discos Fonográficos e Fitas Magnéticas Ltda. foi uma das Gravadoras da indústria fonográfica do Brasil fundada em 1979 pelo produtor Marco Mazolla e comprada em 1985 pela Polygram, passando a se chamar Barclay. Já a marca Ariola foi comprada pela RCA Victor, passando a se chamar RCA Ariola. O primeiro ano de lançamentos brasileiros da Ariola foi 1980, com os artistas Kleiton e Kledir (Disco: Kleiton e Kledir), Alceu Valença (Disco: Coração Bobo), Cristina Buarque (Disco: Vejo Amanhecer), Toquinho & Vinícius (Disco: Um Pouco de Ilusão), MPB-4 (Disco: Vira Virou), Carlinhos Vergueiro (Disco: De Copo na Mão), Milton Nascimento (Disco: Sentinela), Ney Matogrosso (com o compacto "Bandido Corazón" e "Folia no Matagal"), Moraes Moreira (Disco: Bazar Brasileiro) e Marina Lima (Disco: Olhos Felizes). Em 1984, a Matriz alemã deixou de comandar a filial brasileira, entregando a gravadora, que virou o selo francês Barclay. Como Barclay, a gravadora investiu em artistas mais populares e de rock, já que a Ariola era exclusiva de artistas da MPB. Em 1985, a Polygram comprou a gravadora, mantendo o nome até 1987, ano em que relançou alguns de seus títulos como Barclay. A marca Ariola viria a se tornar RCA BMG Ariola, BMG Ariola, BMG Brasil, BMG Music e Sony BMG Music. Com a BMG ter desistido de lançar Discos (Long Play/ Compactos - Singles), Cassetes e Digital Video Discs. Deixando o negócio e todo o Acervo Fonográfico da RCA Victor e da RCA Ariola (op.cit) de 1985 até 2.008 para a Sony Music, antiga Columbia Records e CBS Records. Os antigos fonogramas da Ariola e da Barclay, hoje fazem parte da Universal Music Brasil. A marca Ariola permaneceu no Brasil. 
xsd:nonNegativeInteger 81 
xsd:integer 2807692 
xsd:nonNegativeInteger 2930 
xsd:integer 43772146 

data from the linked data cloud