Argentinos

http://pt.dbpedia.org/resource/Argentinos an entity of type: Thing

Argentinos são os cidadãos da Argentina ou os seus descendentes no exterior. A nação argentina é uma sociedade multiétnica, ou seja, é a nação de pessoas de diferentes origens étnicas. Como resultado, o povo argentino não considera a sua nacionalidade como uma etnia, mas como cidadania, composta por várias etnias. Além da população indígena, quase todos os argentinos ou os seus antepassados ​​emigraram nos últimos cinco séculos.
Argentinos 
Argentinos 
xsd:integer 40134425 
xsd:integer 10795 
xsd:integer 10826 
xsd:integer 13696 
xsd:integer 14877 
xsd:integer 23943 
xsd:integer 25826 
xsd:integer 36231 
xsd:integer 43718 
xsd:integer 59637 
xsd:integer 61649 
xsd:integer 84532 
xsd:integer 144023 
xsd:integer 229009 
~ 42 milhões 
Latinos americanos, especialmente Brasileiros e Colombianos 
xsd:nonNegativeInteger 13696  14877  23943  25826  36231  43718  59637  61649  144023  229009 
xsd:nonNegativeInteger 42000 
Argentinos são os cidadãos da Argentina ou os seus descendentes no exterior. A nação argentina é uma sociedade multiétnica, ou seja, é a nação de pessoas de diferentes origens étnicas. Como resultado, o povo argentino não considera a sua nacionalidade como uma etnia, mas como cidadania, composta por várias etnias. Além da população indígena, quase todos os argentinos ou os seus antepassados ​​emigraram nos últimos cinco séculos. De acordo com o censo de 2010 realizado pelo Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (INDEC), a Argentina tinha uma população de 40.091.359 habitantes, dos quais 1.805.957, ou 4,6%, haviam nascido em outros países. A taxa de crescimento da população em 2008 foi estimada em 0,917% ao ano, com uma taxa de natalidade de 16,32 nascidos vivos por mil habitantes e uma taxa de mortalidade de 7,54 mortes por mil habitantes. A população argentina há muito tempo apresenta uma das mais baixas taxas de crescimento demográfico da América Latina (recentemente, cerca de um por cento ao ano) e também goza de uma taxa de mortalidade infantil relativamente baixa. Surpreendentemente, porém, sua taxa de natalidade ainda é quase duas vezes maior (2,3 filhos por mulher) do que a de países como Espanha ou Itália, apesar de serem sociedades comparáveis culturalmente e demograficamente. A idade média é de aproximadamente 30 anos e a expectativa de vida ao nascer é de de 77,14 anos. 
xsd:nonNegativeInteger 79 
Argentinos 
xsd:integer 574685 
xsd:nonNegativeInteger 8714 
xsd:integer 44415284 

data from the linked data cloud