Archaea

http://pt.dbpedia.org/resource/Archaea an entity of type: Thing

Archaea (do grego: antigo, velho; em português: arquea, arquéia, arqueiaAO 1990, arquaia) é a designação de um dos domínios de seres vivos, morfologicamente semalhantes às bactérias mas genetica e bioquimicamente tão distintas destas como dos eucariotas. Trata-se de organismos procariotos, dos quais uma minoria habita ambientes considerados extremos (sendo muitas das arqueias extremófilas) como fontes hidrotermais, lagos ou mares muito salinos, pântanos (onde produzem metano) e ambientes ricos em gás sulfídrico e com altas temperaturas.O reino Archaea contém os filos
Archaea 
orange 
Archaea 
Woese, Kandler & Wheelis, 1990 
Halobacteria.jpg 
Halobacteria sp., estirpe NRC-1, cada célula com 5 μm de comprimento. 
Archaea 
Nanoarchaeota 
Euryarchaeota 
Korarchaeota 
Thaumarchaeota 
Filos 
Archaea 
Archaebacteria (Woese & Fox, 1977) 
Archaebacteriobionta 
Archaebacteriophyta 
Mendosicutes (Gibbons & Murray, 1978) 
Mendosicutes (Murray, 1984) 
Prokarya (in part.) 
Prokaryota (in part.) 
orange 
Archaebacteria (Woese & Fox, 1977) 
Archaebacteriobionta 
Archaebacteriophyta 
Mendosicutes (Gibbons & Murray, 1978) 
Mendosicutes (Murray, 1984) 
Prokarya (in part.) 
Prokaryota (in part.) 
Prokarya 
Prokaryota 
Archaebacteria (Woese & Fox, 1977) 
Archaebacteriobionta 
Archaebacteriophyta 
Mendosicutes (Gibbons & Murray, 1978) 
Mendosicutes (Murray, 1984) 
Archaea (do grego: antigo, velho; em português: arquea, arquéia, arqueiaAO 1990, arquaia) é a designação de um dos domínios de seres vivos, morfologicamente semalhantes às bactérias mas genetica e bioquimicamente tão distintas destas como dos eucariotas. Trata-se de organismos procariotos, dos quais uma minoria habita ambientes considerados extremos (sendo muitas das arqueias extremófilas) como fontes hidrotermais, lagos ou mares muito salinos, pântanos (onde produzem metano) e ambientes ricos em gás sulfídrico e com altas temperaturas. A separação entre os domínios Bacteria e Archaea deu-se na década de 1970, quando o microbiólogo Carl Woese (1928-2012) verificou que ao comparar as sequências de RNA ribossómico de várias espécies era possível separá-las em três grupos distintos. Apesar do nome (Archaea em grego significa “antigo”), este não significa que as Archaeas sejam mais semelhantes aos organismos primitivos do que as Bactérias ou os Eucariotas. Woese decidiu atribuir o nome Archaea a este domínio para fazer sobressair a sua natureza mais primitiva relativamente aos Eucariotas . Originalmente o termo Archaebacteria (do grego: bactéria primitiva; em português: arquéias) era usado para descrever esses organismos, e o termo Eubacteria (do grego: bactéria verdadeira; em português: eubactéria) era usado para os demais seres procariotas. De modo a ressalvar as diferenças existentes entre estes dois domínios, o nome Archaebacteria é desaconselhado. A tendência atual, devido às diferenças estruturais, é utilizar Bacteria ("bactéria" em grego) apenas para os antigos Eubacteria, ajustando-se os nomes. O Archaea pode ser tratado como um reino, dentro do domínio Procariota, ou como um domínio. Alguns autores ainda classificam o Archaea como um sub-reino dentro do Reino Monera. As arqueias possuem características morfológicas semelhantes às das bactérias, sendo a mais marcante a ausência de um núcleo delimitado por uma membrana; por este motivo tanto as arqueias como as bactérias são denominadas de procariotas. Uma vez que esta definição de procariotas é negativa, i.e., é feita com base numa característica que está presente nos eucariotas mas não está presente nos procariotas, alguns autores sugerem que a transcrição acoplada à tradução seja utilizada como característica positiva dos procariotas. As arqueias possuem características que podem ser encontradas em eucariotas ou em bactérias. A título de exemplo, as arqueias possuem geralmente um único cromossoma circular - à semelhança das bactérias -, mas os seus cromossomas podem ter mais do que uma origem de replicação - fenómeno que se pensava estar presente apenas nos eucariotas. Algumas arqueias possuem características metabólicas únicas, tais como: Além disso, as arqueias possuem uma membrana celular com lípidos compostos de uma associação de glicerol-éter, enquanto que os das bactérias e eucariotas são compostos de glicerol-éster. Também o ao contrário das bactérias, as arqueias não possuem uma parede celular de peptidoglicanos, podendo antes ser composta por pseudomureína. Finalmente, o flagelo das arqueias é diferente em composição e desenvolvimento do das bactérias, tendo sido inclusivamente chamado de arcaelo (do original archaellum) para evidenciar as diferenças relativamente ao flagelo bacteriano. O reino Archaea contém os filos Em 2015 foi sugerida a existência de um novo filo, o Lokiarchaeota. 
xsd:nonNegativeInteger 98 
Archaea 
xsd:integer 2073339 
xsd:nonNegativeInteger 43812 
xsd:integer 44544248 

data from the linked data cloud