Anthony Garotinho

http://pt.dbpedia.org/resource/Anthony_Garotinho an entity of type: Thing

Anthony William Matheus de Oliveira, conhecido como Anthony Garotinho (Campos dos Goytacazes, 18 de abril de 1960), é um radialista e político brasileiro. Foi o 58º governador do Rio de Janeiro e candidato à presidência da república em 2002.
Anthony Garotinho 
xsd:integer 1989  1997  1999 
Josias de Oliveira 
sim 
sim 
junho de 2011 
Gov. Anthony Garotinho.jpg 
Anthony Garotinho 
xsd:integer 200 
xsd:integer 26 
xsd:integer
xsd:integer
xsd:integer 23 
até 31 de janeiro de 2015 
até 20 de setembro de 1993 
até 27 de setembro de 2004 
até 6 de abril de 2002 
até fevereiro de 1992 1 de janeiro de 1997 
até março de 1998 
Campos dos Goytacazes, 
Anthony Garotinho 
Melhor prefeito do Brasil de 1998 
sim 
xsd:integer 58 
Deputado Federal pelo Rio de Janeiro 
Prefeito de Campos dos Goytacazes 
Secretário de Agricultura do Rio de Janeiro 
Secretário de Segurança pública do Rio de Janeiro 
vice-governadora 
58.ºGovernadordoRio de Janeiro 
Deputado FederalpeloRio de Janeiro 
Anthony William Matheus de Oliveira, conhecido como Anthony Garotinho (Campos dos Goytacazes, 18 de abril de 1960), é um radialista e político brasileiro. Foi o 58º governador do Rio de Janeiro e candidato à presidência da república em 2002. Garotinho tornou-se conhecido nacionalmente ao longo dos dois mandatos em que foi o prefeito de Campos, sua cidade natal (na época foi considerado o melhor prefeito do Brasil). Venceu as eleições para governador do estado do Rio em 1998, com o apoio de Leonel Brizola e amparado num programa de fortalecimento dos direitos sociais e de modernização dos serviços públicos. No início do governo, teve maior apoio popular, e promoveu a criação das Delegacias Legais e investimentos em CIEPs. Com o tempo, no entanto, Garotinho baseou-se, cada vez mais, no populismo, oferecendo serviços subsidiados, como refeições, medicamentos e hospedagem, a preços simbólicos; e na imagem de líder religioso, entre os evangélicos pentecostais, para obter apoio político. Em 2002, foi o terceiro colocado nas eleições presidenciais, com bom desempenho atribuído à votação dos evangélicos em todo o país. Após deixar o comando do governo estadual, assumiria a Secretaria de Segurança na gestão de sua esposa, Rosinha Garotinho. O casal viu seus índices de popularidade caírem no estado, ao mesmo tempo em que se acumularam denúncias de crimes comuns e eleitorais contra eles. Deixaram o governo sem grande progresso no combate ao crime organizado, tendo a imagem afetada por acusações de conivência com a corrupção policial e pela prisão do chefe da Polícia Civil, Álvaro Lins. Garotinho foi eleito, em 2010, deputado federal pelo Rio de Janeiro. 
xsd:nonNegativeInteger 189 
Anthony Garotinho 
xsd:integer 116346 
xsd:nonNegativeInteger 23223 
xsd:integer 44672652 

data from the linked data cloud