Antônio Houaiss

http://pt.dbpedia.org/resource/Antônio_Houaiss an entity of type: Thing

Antônio Houaiss (Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1915 — Rio de Janeiro, 7 de março de 1999) foi um destacado intelectual brasileiro — filólogo, crítico literário, tradutor, diplomata, enciclopedista e Ministro da Cultura do governo Itamar Franco.Houaiss era o quinto de sete filhos de um casal de imigrantes libaneses, Habib Assad Houaiss e Malvina Farjalla, radicados no Rio de Janeiro. Com dezesseis anos, começou a leccionar português, atividade que exerceu durante toda sua vida.
Antônio Houaiss 
sim 
xsd:integer 1960  1971  1992 
António Houaiss.jpg 
Rio de Janeiro, 
Antônio Houaiss 
xsd:integer 20 
Antônio Houaiss (Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1915 — Rio de Janeiro, 7 de março de 1999) foi um destacado intelectual brasileiro — filólogo, crítico literário, tradutor, diplomata, enciclopedista e Ministro da Cultura do governo Itamar Franco. Houaiss era o quinto de sete filhos de um casal de imigrantes libaneses, Habib Assad Houaiss e Malvina Farjalla, radicados no Rio de Janeiro. Com dezesseis anos, começou a leccionar português, atividade que exerceu durante toda sua vida. Ocupou diversos cargos importantes como presidente da Academia Brasileira de Letras, Ministro da Cultura durante 11 meses no governo do presidente Itamar Franco entre os anos de 1992 e 1993, e membro da Academia das Ciências de Lisboa. A revista Veja chegou a defini-lo como o "maior estudioso das palavras da língua portuguesa nos tempos modernos". Autor de dezanove livros, Houaiss organizou e elaborou as duas enciclopédias mais importantes já feitas no Brasil, a Delta-Larousse e a Mirador Internacional. Publicou dois dicionários bilíngues inglês-português, organizou o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras. Entre seus trabalhos de tradução está o romance Ulisses de James Joyce. Em 1986, Houaiss iniciou, com o seu coautor Mauro de Salles Villar, o mais ambicioso projeto de sua vida — o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa —, assumindo o desafio de publicar o mais completo dicionário da língua, só concluído após a sua morte e levado a cabo pelo grupo chefiado por Mauro Villar, hoje reunidos no Instituto Antônio Houaiss de Lexicografia, com sede no Rio de Janeiro, e na Sociedade Houaiss Edições Culturais, sediada em Lisboa. 
xsd:nonNegativeInteger 71 
Antônio Houaiss 
xsd:integer 79594 
xsd:nonNegativeInteger 7191 
xsd:integer 43600217 

data from the linked data cloud