Andrés Pastrana

http://pt.dbpedia.org/resource/Andrés_Pastrana an entity of type: Thing

Andrés Pastrana Arango (Bogotá, 17 de agosto de 1954) é um político e diplomata colombiano, ex-presidente de seu país.Membro do Partido Conservador Colombiano, chegou ao poder em 1998, quatro anos depois de ter perdido as eleições para o liberal Ernesto Samper. Jornalista, filho do ex-presidente Misael Pastrana, logo no primeiro ano de seu mandato iniciou um ambicioso processo de negociações com o principal grupo guerrilheiro, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). Para o início das conversações foi a criação de uma gigantesca zona desmilitarizada com cerca de 42 mil quilômetros quadrados, que ficou na prática sob o controle das FARC. Uma grande crítica de seus adversários partiu do princípio de que as negociações de Pastrana não previam um cessar das hostilidades, o que per
Andrés Pastrana 
xsd:integer 1998 
Andrespastranaarango.png 
xsd:integer
Andrés Pastrana Arango 
Partido Conservador Colombiano 
jornalista e político 
Presidente da 
Presidente da 
Andrés Pastrana Arango (Bogotá, 17 de agosto de 1954) é um político e diplomata colombiano, ex-presidente de seu país. Membro do Partido Conservador Colombiano, chegou ao poder em 1998, quatro anos depois de ter perdido as eleições para o liberal Ernesto Samper. Jornalista, filho do ex-presidente Misael Pastrana, logo no primeiro ano de seu mandato iniciou um ambicioso processo de negociações com o principal grupo guerrilheiro, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). Para o início das conversações foi a criação de uma gigantesca zona desmilitarizada com cerca de 42 mil quilômetros quadrados, que ficou na prática sob o controle das FARC. Uma grande crítica de seus adversários partiu do princípio de que as negociações de Pastrana não previam um cessar das hostilidades, o que permitiu que as FARC ampliassem seu poder militar, ao mesmo tempo que discutiam os temas de paz. No fim de seu mandato, em 2002, o presidente Pastrana decidiu encerrar as conversas com as FARC. Sua popularidade caiu muito, o que permitiu que o maior crítico de suas políticas, o oposicionista liberal Álvaro Uribe, ganhasse força política suficiente para eleger-se presidente da República. Em 2005, Pastrana foi escolhido por Uribe para ocupar o posto de embaixador da Colômbia em Washington, DC. Em 2006, no entanto, com a oferta da Embaixada Colombiana na França ao seu desafeto político Ernesto Samper, Pastrana renunciou ao seu posto diplomático em Washington. 
xsd:nonNegativeInteger 35 
Andrés Pastrana Arango 
xsd:integer 155602 
xsd:nonNegativeInteger 2645 
xsd:integer 41412729 

data from the linked data cloud