Anarquismo

http://pt.dbpedia.org/resource/Anarquismo

Anarquismo é uma ideologia política socialista e revolucionária baseada em uma crítica da dominação e em uma defesa da autogestão, e que defende uma transformação social fundamentada em estratégias que deverão permitir a substituição de um sistema de dominação estatista e capitalista por um sistema socialista e autogestionário. O anarquismo surgiu na segunda metade do século XIX, a partir da radicalização do mutualismo de Pierre-Joseph Proudhon no seio da Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT), durante o final da década de 1860. Entre 1868 e 1894, o anarquismo já havia se desenvolvido significativamente e também havia sido difundido globalmente, exercendo, até 1949, grande influência entre os movimentos operários e revolucionários, embora tenha continuado a exercer influência sig
Anarquismo 
xsd:integer 12 
right 
xsd:integer 1956  1968  1970  1971  1976  1980  1984  1985  1987  1988  1989  1991  1999  2000  2001  2002  2003  2005  2006  2007  2008  2009  2010  2011  2012  2014 
Giuseppe Fanelli, militante da Aliança da Democracia Socialista, no centro e ao fundo, e o grupo fundador da AIT em Madrid, Espanha, em outubro de 1869. 
Delegados do Congresso da Basileia de 1869. 
Education as Revolution 
van der Walt, Lucien 
Anarchism 
theanarchistlibrary.org 
www.regeneracionlibertaria.org 
vertical 
GRAHAM, Robert 
Dom Quixote 
Novos Tempos 
Progresso 
Simões 
Brasiliense 
Cortez 
Germinal 
AK Press 
AL Press 
Achiamé 
Afrontamento 
Black Rose Books 
Boitempo 
Canevas 
Faísca 
Hedra 
Imaginário 
Koninklijke NV 
L&PM 
Library of the Twentieth Century 
Mounde Nouveau 
Paz e Terra 
Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul 
Mestrado em Ciências Sociais 
Mestrado em História 
Baselerkongress 1869.jpg 
Fanelli Madrid.JPG 
br 
Brasília 
Londres 
Montreal 
Moscou 
Paris 
Porto 
Porto Alegre 
Rio de Janeiro 
São Paulo 
Oakland 
Leiden 
Saint-Imier 
Johanesburgo 
Liboa 
francês 
inglês 
espanhol 
português 
James 
Daniel 
Alexandre 
Eduardo 
George 
José 
Alexander 
Max 
Felipe 
Murray 
Francisco 
Wu 
Luiz 
Jean 
Roderick 
Michael 
Neno 
René 
Marianne 
Eric 
Alex Buzeli 
Diego Abad de 
Errico 
Lucien 
Marcello 
Mikhail 
N.Y 
Piotr 
Ricardo Flores 
Rudolf 
Steven 
Élisée 
Hirsch_Walt 
Schmidt_Walt 
harv 
Colombo 
Vasco 
Kropotkin 
Guérin 
Berthier 
Hirsch 
Schmidt 
Oiticica 
Woodcock 
Corrêa 
Bakunin 
Bancal 
Berkman 
Bonomo 
Bookchin 
Enckel 
Ferrer y Guardia 
Hobsbawm 
Joll 
Kedward 
Kolpinsky 
Magón 
Malatesta 
Musto 
Nettlau 
Pilla Vares 
Reclus 
Rocker 
Samis 
Santillán 
Zhihui 
van der Walt 
O Movimento 
A Idéia 
A autogestão na Revolução Espanhola 
Antologia Política da Primeira Internacional 
Da doutrina à ação 
Les origines de l'anarchisme en Suisse 
The men who shocked an era 
The revolutionary class politics of anarchism and syndicalism 
Essai sur les fondements théoriques de l’anarchisme 
The colonial and postcolonial experience, 1873 - 1940 
O federalismo e o internacionalismo na Comuna de Paris 
Regeneración 
The Anarchist Library 
Revolucionários 
A Anarquia 
A História das Idéias e Movimentos Anarquistas, vol. I 
O Anarquismo em São Paulo: as razões do declínio 
A Anarquia pela Educação 
A Doutrina Anarquista ao Alcance de Todos 
A Evolução, a Revolução e o Ideal Anarquista 
A Instrução Integral 
A Insuficência do Materialismo Histórico 
A Revolução Mexicana 
Acerca del Anarquismo y Anarcossindicalismo 
Anarquistas e Anarquismo 
Anarquistas, Socialistas e Comunistas 
Black Flame 
Concepção Anarquista do Sindicalismo 
Debating Power and Revolution in Anarchism 
Democracia e poder: a escamoteação da vontade 
Educação Libertária 
Escritos Revolucionários 
Estatismo e Anarquia 
História da Anarquia 
La Fédération Jurassiene 
Municipalismo Libertário 
Negras Tormentas 
O Anarquismo 
O Sistema Capitalista 
Organismo Econômico da Revolução 
Palavras de um Revoltado 
Philosophie Politique de l’Anarchisme 
Proudhon: pluralismo e autogestão 
Rediscutindo o Anarquismo: uma abordagem teórica 
Rethinking Anarchism and Syndicalism 
Textos Escolhidos 
The Anarchists 
Trabalhadores, uni-vos! 
What is Anarchism? 
Catecismo Revolucionário e Programa da Sociedade da Revolução Internacional 
Anarchism: a documentary history of libertarian ideas 
A História das Idéias e Movimentos Anarquistas, vol. II 
Surgimento e Breve Perspectiva Histórica do Anarquismo 
https://ithanarquista.files.wordpress.com/2013/01/felipe_correa_rediscutindo_o_anarquismo.pdf 
http://theanarchistlibrary.org/special/index 
http://www.regeneracionlibertaria.org 
https://ithanarquista.files.wordpress.com/2013/01/felipe-corrc3aaa-surgimento-e-breve-perspectiva-histc3b3rica-do-anarquismo.pdf 
xsd:integer 200 
Anarquismo 
Anarquismo é uma ideologia política socialista e revolucionária baseada em uma crítica da dominação e em uma defesa da autogestão, e que defende uma transformação social fundamentada em estratégias que deverão permitir a substituição de um sistema de dominação estatista e capitalista por um sistema socialista e autogestionário. O anarquismo surgiu na segunda metade do século XIX, a partir da radicalização do mutualismo de Pierre-Joseph Proudhon no seio da Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT), durante o final da década de 1860. Entre 1868 e 1894, o anarquismo já havia se desenvolvido significativamente e também havia sido difundido globalmente, exercendo, até 1949, grande influência entre os movimentos operários e revolucionários, embora tenha continuado a exercer influência significativa em diversos movimentos sociais do período pós-guerra até a contemporaneidade, entre fluxos e refluxos. As posições dos anarquistas são heterogêneas e o anarquismo tem sido marcado por diversos debates e divergências. Os debates mais relevantes se dão em torno da defesa da autogestão e da estratégia. Com base em discussões estratégicas acerca da organização anarquista, das lutas de curto prazo e da violência, estabelecem-se duas correntes do anarquismo: o anarquismo insurrecionário e o anarquismo social ou de massas. O anarquismo insurrecionário afirma que as lutas de curto prazo por reformas e que os movimentos de massa organizados são incompatíveis com o anarquismo, dando ênfase à propaganda pelo ato como o principal meio para despertar uma revolta espontânea revolucionária. Já o anarquismo social ou de massas enfatiza a noção de que apenas movimentos de massa podem ser capazes de provocar a transformação social desejada pelos anarquistas, e que tais movimentos, constituídos normalmente por meio de lutas por reformas e questões imediatas, devem contar com a presença dos anarquistas, que devem trabalhar no sentido de radicalizá-los e transformá-los em agentes revolucionários. 
xsd:integer 230 
xsd:integer 44892848 
xsd:nonNegativeInteger 484 
xsd:nonNegativeInteger 152395 

data from the linked data cloud