Anarcossindicalismo

http://pt.dbpedia.org/resource/Anarcossindicalismo

Anarco-sindicalismo também conhecido como o sindicalismo revolucionário ou anarcossindicalismo, é uma vertente anarquista que tem como forma de organização transformacional principal o sindicalismo enquanto modo de organização. Os anarco-sindicalistas, ou anarcossindicalistas, acreditam que os sindicatos podem ser utilizados como instrumentos para mudar a sociedade, substituindo o capitalismo e o Estado por uma nova sociedade democraticamente autogerida pelos trabalhadores.
Anarcossindicalismo 
Anarco-sindicalismo também conhecido como o sindicalismo revolucionário ou anarcossindicalismo, é uma vertente anarquista que tem como forma de organização transformacional principal o sindicalismo enquanto modo de organização. Os anarco-sindicalistas, ou anarcossindicalistas, acreditam que os sindicatos podem ser utilizados como instrumentos para mudar a sociedade, substituindo o capitalismo e o Estado por uma nova sociedade democraticamente autogerida pelos trabalhadores. O anarco-sindicalismo vê o sindicalismo revolucionário industrial ou o sindicalismo como um método para os trabalhadores na sociedade capitalista ganharem o controle de uma economia e, com esse controle, a influência da sociedade de forma mais ampla. Sindicalistas consideram suas teorias econômicas uma estratégia para facilitar a auto-atividade do trabalhador, e também como um sistema econômico cooperativo alternativo com valores democráticos e produção centrada na satisfação das necessidades humanas. Os princípios básicos do anarco-sindicalismo são a solidariedade, a ação direta (ação realizada sem a intervenção de terceiros, como os políticos, burocratas e árbitros ) e democracia direta, ou a auto-gestão dos trabalhadores. O objetivo final do anarco-sindicalismo é abolir o sistema de salários, relacionando este sistema de salários com a escravidão assalariada. A teoria anarco-sindicalista, portanto, geralmente se concentra no movimento operário. Anarco-sindicalistas visualizam o objetivo principal do Estado como sendo a defesa da propriedade privada e, portanto, de privilégio econômico, social e político, negando a maioria de seus habitantes a possibilidade de gozar da independência material e da autonomia social que surge a partir dele. Em contraste com outros órgãos de pensamento, especialmente com o marxismo-leninismo, anarco-sindicalistas negam que pode haver qualquer tipo de estado operário, ou um estado que age no interesse dos trabalhadores, em oposição àqueles dos poderosos, e que qualquer Estado, com a intenção de capacitar os trabalhadores vai inevitavelmente acabar fortalecendo a si mesmo ou a elite existente em detrimento dos trabalhadores. Refletindo a filosofia anarquista do qual ele retira sua principal inspiração, o anarco-sindicalismo sustenta a ideia de que o poder corrompe. 
xsd:nonNegativeInteger 47 
xsd:integer 92409 
xsd:nonNegativeInteger 6138 
xsd:integer 41849523 

data from the linked data cloud