American Idiot

http://pt.dbpedia.org/resource/American_Idiot an entity of type: Thing

American Idiot é o sétimo álbum de estúdio da banda norte-americana de punk rock Green Day, lançado em 21 de Setembro de 2004 pela Warner Bros. Records.A intenção do CD é de ser similar a outros álbuns como The Wall do Pink Floyd, Close to the edge dos Yes, The lamb lies down on broadway dos Genesis ou Tommy do The Who, ou seja, uma ópera rock, mas inovando, com a criticismo da sociedade actual. O disco foi adaptado para um musical em exibição na Broadway. American Idiot - O musical, conta com a participação de um grande elenco que protagoniza o contexto das músicas apresentadas no álbum. Como aconteceu com The Wall, fala-se de intenções de um dia adaptá-lo em um filme. Muitas das canções do álbum tratam da oposição à administração de George W. Bush em particular, e também à sociedade amer
American Idiot 
AmericanIdiot.jpg 
xsd:integer 57 
xsd:integer 21 
American Idiot 
Bullet in a Bible 
estúdio 
Shenanigans 
xsd:integer
B+ 
Rolling Stone 
IGN 
Slant Magazine 
Mojo 
Austin Chronicle 
Entertainment Weekly 
NME 
Pitchfork Media 
xsd:integer 2003 
xsd:double 3420.0 
American Idiot 
American Idiot é o sétimo álbum de estúdio da banda norte-americana de punk rock Green Day, lançado em 21 de Setembro de 2004 pela Warner Bros. Records. A intenção do CD é de ser similar a outros álbuns como The Wall do Pink Floyd, Close to the edge dos Yes, The lamb lies down on broadway dos Genesis ou Tommy do The Who, ou seja, uma ópera rock, mas inovando, com a criticismo da sociedade actual. O disco foi adaptado para um musical em exibição na Broadway. American Idiot - O musical, conta com a participação de um grande elenco que protagoniza o contexto das músicas apresentadas no álbum. Como aconteceu com The Wall, fala-se de intenções de um dia adaptá-lo em um filme. Muitas das canções do álbum tratam da oposição à administração de George W. Bush em particular, e também à sociedade americana contemporânea em geral. As letras de Holiday incluem, "Pulverizem a Torre Eiffel/Que criticaram seu governo" que pode ser facilmente ligado ao criticismo da França e outras nações contra a guerra do Iraque. As letras da primeira faixa, American Idiot, dizem "Bem, talvez eu seja um americano idiota/Não faço parte de uma agenda preconceituosa", relacionando a rejeição da banda pelas atitudes de George W. Bush. O Green Day já disse em várias ocasiões que eles não acreditavam que a política da administração de Bush os representava ou ao interesse geral dos americanos. O vocalista e guitarrista Billie Joe Armstrong e o resto da banda concordam que escrever este álbum é uma atitude clássica americana: protestar e comentar. O álbum foi nominado para sete prêmios Grammy e ganhou o de Melhor Álbum de Rock. Ironicamente, o álbum poderia não ter saído: na verdade, o Green Day estava trabalhando em uma seqüência para Warning, mas as fitas master desta foram roubadas. O álbum ficou em sétimo lugar nos "Top 100 Albums of 2004" e na posição 833 de todos os tempos pela Rate Your Music. No Brasil, o álbum ganhou a certificação de Ouro (mais de 20 000 cópias vendidas). Já nos EUA, o álbum recebeu cinco certificações de Platina (mais de 5 000 000 exemplares vendidos). As vendas mundiais superam 14 milhões de cópias. O álbum ficou em 225 na lista da revista Rolling Stone dos 500 melhores álbuns de todos os tempos. Está também na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame. 
xsd:nonNegativeInteger 156 
American Idiot 
xsd:integer 47760 
xsd:nonNegativeInteger 26904 
xsd:integer 44922116 
<minute> 57.0 

data from the linked data cloud