Alfabeto árabe

http://pt.dbpedia.org/resource/Alfabeto_árabe

O Alfabeto árabe (em árabe: أبجدية عربية) é o principal alfabeto usado para representar a língua árabe, além de outros idiomas como o persa e línguas berberes. É o segundo alfabeto mais utilizado no mundo, atrás apenas do alfabeto latino.Até 1923, era usado também para escrever o turco, quando foi substituído pelo alfabeto latino. A sua grande difusão deve-se principalmente ao facto de o Corão, o livro sagrado do Islão, estar escrito em alfabeto árabe. Esse alfabeto é escrito da direita para a esquerda, assim como o alfabeto hebraico.
Alfabeto árabe 
O Alfabeto árabe (em árabe: أبجدية عربية) é o principal alfabeto usado para representar a língua árabe, além de outros idiomas como o persa e línguas berberes. É o segundo alfabeto mais utilizado no mundo, atrás apenas do alfabeto latino. Até 1923, era usado também para escrever o turco, quando foi substituído pelo alfabeto latino. A sua grande difusão deve-se principalmente ao facto de o Corão, o livro sagrado do Islão, estar escrito em alfabeto árabe. Esse alfabeto é escrito da direita para a esquerda, assim como o alfabeto hebraico. Apesar de ser denominado de "alfabeto", na verdade a escrita árabe é um Abjad, ou seja, cada símbolo representa uma consoante. A representação das vogais é feita através de diacríticos colocados sobre ou sob as letras. Nas línguas afro-asiáticas que utilizam a escrita árabe, as vogais geralmente não são representadas na escrita do dia a dia. Isso resulta de uma característica interessante das línguas afro-asiáticas em que as palavras são feitas a partir de uma base consonântica. Assim, um falante de uma dessas línguas afro-asiáticas consegue ler corretamente a palavra se essa for previamente conhecida. Por exemplo, a palavra peixe em árabe é "samaku" porém é escrita no alfabeto árabe somente com as letras que correspondem no alfabeto latino a S, M e K sendo escrita então desta maneira "smk" (سمك), o que torna difícil saber suas vogais sem conhecer a palavra, a não ser que estejam presentes na escrita os símbolos indicadores de vogais. As línguas não afro-asiáticas que utilizam a escrita árabe (por exemplo, as línguas turcas) têm um sistema vocálico mais rico que o árabe (por exemplo, 9 vogais diferentes na língua cazaque). Pelo que se torna necessário utilizar outros mecanismos para representar as vogais. Essas línguas desenvolveram outros diacríticos para representar vogais inexistentes na língua árabe e/ou utilizam algumas consoantes da escrita árabe para representar vogais. O Alfabeto árabe deriva da escrita aramaica (existe uma polémica, a nível académico, sobre sua origem, nabateia ou siríaca), de modo que pode ser comparado às semelhanças entre o alfabeto copta ou o alfabeto cirílico e o alfabeto grego. Tradicionalmente, existem algumas diferenças entre as versões ocidentais (magrebinas) e orientais desse alfabeto. Nomeadamente, no Magrebe, o fa e o qaf têm um ponto em baixo e em cima, respectivamente. A ordem das letras é também sensivelmente diferente (pelo menos quando são utilizadas como numerais). Contudo, a variante do norte de África tem sido abandonada excepto para uso caligráfico no próprio Magrebe, mantendo-se nas escolas corânicas (azoias) da África ocidental. As palavras em árabe são escritas da direita para a esquerda, enquanto que os números árabes são escritos da esquerda para a direita. 
xsd:nonNegativeInteger 66 
xsd:integer 23549 
xsd:nonNegativeInteger 16247 
xsd:integer 43459336 

data from the linked data cloud