Al-Hakim bi-Amr Allah

http://pt.dbpedia.org/resource/Al-Hakim_bi-Amr_Allah an entity of type: Thing

Abū ʿAlī al-Manṣūr Tāriqu l-Ḥākim, chamado de al-Ḥākim bi-Amr Allāh (em árabe: الحاكم بأمر الله; literalmente "Governante por comando de Deus [Alá]") ou somente de al-Hakim, foi o sexto califa fatímida e o décimo-sexto imam ismaelita, governando entre 996 e 1021. Al-Hakim foi o primeiro governante da dinastia dos fatímidas que nasceu no Egito. Era filho do seu antecessor, o califa al-Aziz. Foi proclamado herdeiro em 993, após a morte do seu irmão mais velho Muhammad e sucedeu ao pai em 996 quando tinha apenas onze anos, com o poder de fato nas mãos de seu vizir Barjawan até ao ano 1000.
Al-Hakim bi-Amr Allah 
xsd:integer 996 
baheyeldin.com 
www.iis.ac.uk 
www.ismaili.net 
Amīna Ruqayya 
Al-Hakim bi-Amr Allah.jpg 
br 
Al-Aziza? 
Al-Hakim 
الحاكم بأمر الله 
Abu ‘Ali Mansur Tāriqu l-Ḥākim 
الحاكم بأمر الله 
— 
Al-Ḥākim 
Al-Ḥākim bi Amr Allah 
Institute of Ismaili Studies: al-Ḥākim bi-Amr Allah 
xsd:integer
http://baheyeldin.com/history/al-hakim-bi-amr-allah-fatimid-caliph-of-egypt.html 
http://www.ismaili.net/histoire/history05/history543.html 
http://www.iis.ac.uk/research/encyclopaedias/hakim_bi_amr_allah.htm 
6ºCalifa fatímida 
Abū ʿAlī al-Manṣūr Tāriqu l-Ḥākim, chamado de al-Ḥākim bi-Amr Allāh (em árabe: الحاكم بأمر الله; literalmente "Governante por comando de Deus [Alá]") ou somente de al-Hakim, foi o sexto califa fatímida e o décimo-sexto imam ismaelita, governando entre 996 e 1021. Al-Hakim foi o primeiro governante da dinastia dos fatímidas que nasceu no Egito. Era filho do seu antecessor, o califa al-Aziz. Foi proclamado herdeiro em 993, após a morte do seu irmão mais velho Muhammad e sucedeu ao pai em 996 quando tinha apenas onze anos, com o poder de fato nas mãos de seu vizir Barjawan até ao ano 1000. Al-Hakim é uma figura importante para diversas denominações xiitas ismaelitas do islão, como os 15 milhões de nizaris e, em particular, para os 2 milhões de drusos residentes no Levante cujo epônimo fundador, Ad-Darazi, proclamou-o como uma encarnação de Deus (Alá) em 1018. Na literatura ocidental ele é geralmente chamado de "o califa louco", primordialmente por causa da dessecração fatímida de Jerusalém em 1009, embora alguns acadêmicos (como Willi Frischauer e Heinz Halm) contestem esse epíteto considerando-o parcial. As histórias sobre al-Hakim são controversas, pois existem diversos pontos de vista a respeito de sua vida e seu legado. O historiador Paul Walker escreve: "No final, ambos os pontos de vista sobre ele, o do tirano louco e despótico dado a matanças irracionais dos que estavam à sua volta; e o governante supremo ideal, escolhido e ordenado por Deus e cujas ações são justas e piedosas; persistiram, a primeira entre seus inimigos e entre os que se rebelaram contra ele, a outra nos corações dos verdadeiros fiéis que, ainda que perplexos por suas ações, ainda assim permaneceram avidamente fiéis a ele até o final". 
xsd:nonNegativeInteger 187 
Abu ‘Ali Mansur Tāriqu l-Ḥākim 
Al-Hakim 
الحاكم بأمر الله 
xsd:integer 619858 
xsd:nonNegativeInteger 34314 
xsd:integer 43055040 

data from the linked data cloud