Afonso I de Portugal

http://pt.dbpedia.org/resource/Afonso_I_de_Portugal an entity of type: Thing

Afonso I de Portugal, mais conhecido por D. Afonso Henriques (Guimarães, Coimbra ou Viseu, ca. 1109 — Coimbra, 6 de dezembro de 1185) foi o fundador do Reino de Portugal e o seu primeiro rei, com o cognome O Conquistador, O Fundador ou O Grande pela fundação do reino e pelas muitas conquistas. Era filho de D. Henrique de Borgonha e de D.Teresa de Leão, condes de Portugal, um condado vassalo do reino de Leão. Após a morte de seu pai em 1112, Afonso tomou uma posição política oposta à da mãe, que se aliara ao nobre galego Fernão Peres de Trava. Pretendendo assegurar o domínio do condado armou-se cavaleiro e após vencer a sua mãe na batalha de São Mamede em 1128, assumiu o governo. Concentrou então os esforços em obter o reconhecimento como reino. Em 1140, depois da vitória na batalha de Ouri
Afonso I de Portugal 
Senhor 
xsd:integer 1112 
xsd:integer 1139 
Até 1128 sob regência de Teresa de Leão 
Fundação da nacionalidade 
Novo título 
xsd:integer 1139 
Ascensão de título para Rei 
Vossa Mercê 
Sua Mercê 
D. Henrique, D. Mafalda, D. Urraca, D. Sancha, D. Sancho I, D. João, D. Teresa, D. Urraca, D. Teresa, D. Fernando, D. Pedro 
xsd:integer 75 
Afonso I Henriques.jpg 
Brasão de armas do Reino de Portugal 
Afonso I 
O Conquistador 
— 
Mosteiro de Santa Cruz, Coimbra 
xsd:integer 60 
Guimarães, Coimbra ou Viseu, Portugal 
60px 
Pela graça de Deus, Rei dos Portugueses 
Afonso I de Portugal, mais conhecido por D. Afonso Henriques (Guimarães, Coimbra ou Viseu, ca. 1109 — Coimbra, 6 de dezembro de 1185) foi o fundador do Reino de Portugal e o seu primeiro rei, com o cognome O Conquistador, O Fundador ou O Grande pela fundação do reino e pelas muitas conquistas. Era filho de D. Henrique de Borgonha e de D.Teresa de Leão, condes de Portugal, um condado vassalo do reino de Leão. Após a morte de seu pai em 1112, Afonso tomou uma posição política oposta à da mãe, que se aliara ao nobre galego Fernão Peres de Trava. Pretendendo assegurar o domínio do condado armou-se cavaleiro e após vencer a sua mãe na batalha de São Mamede em 1128, assumiu o governo. Concentrou então os esforços em obter o reconhecimento como reino. Em 1140, depois da vitória na batalha de Ourique contra um contingente mouro, D. Afonso Henriques proclamou-se rei de Portugal com o apoio das suas tropas. Ao contrário do que dizem sobre o Tratado de Zamora só tornou o Condado Portucalense independente do Reino de Leão. A independência portuguesa foi reconhecida, em 1179, pelo papa Alexandre III, através da bula Manifestis Probatum e ganhou o título de rex (rei). Com o apoio de cruzados do norte da Europa conquistou Lisboa em 1147. Com a pacificação interna, prosseguiu as conquistas aos mouros, empurrando as fronteiras para sul, desde Leiria ao Alentejo, mais que duplicando o território que herdara. Os muçulmanos, em sinal de respeito, chamaram-lhe Ibn-Arrik [Em árabe: ابن الرَّنك ou ابن الرَنْق] («filho de Henrique», tradução literal do patronímico Henriques) ou El-Bortukali [Em árabe: البرتغال] («o Português»). 
xsd:nonNegativeInteger 255 
Afonso I 
xsd:integer 11247 
xsd:nonNegativeInteger 23134 
xsd:integer 44883290 

data from the linked data cloud