Afeganistão

http://pt.dbpedia.org/resource/Afeganistão an entity of type: Thing

O Afeganistão (em persa e pastó:افغانستان, Afġānistān), oficialmente República Islâmica do Afeganistão é um estado soberano sem litoral, localizado no centro da Ásia, estando na encruzilhada entre o Sul da Ásia, a Ásia Central e a Ásia Ocidental. Povoado por cerca de 29 milhões de habitantes, tem uma área de 647 500 km², sendo o 40.º país mais populoso do mundo e o 40.º maior do mundo em área. Faz fronteira com o Paquistão ao sul e ao leste, com o Irã ao oeste, com o Turcomenistão, Uzbequistão e Tajiquistão ao norte e com China no nordeste. O território do Afeganistão foi um ponto essencial para a rota da seda e para a migração humana. Arqueólogos encontraram evidências de presença humana remontantes ao Paleolítico Médio (ca. 50 000 a.C.). A civilização urbana pode ter começado entre 3 000
Afeganistão 
افغانستان 
Afghanistan 
xsd:double 43.5 
xsd:integer 150 
Bandeira do Afeganistão 
Brasão de armas do Afeganistão 
<second> 270.0 
xsd:integer 188 
Declarada 
Reconhecida 
do Reino Unido 
China 
Irão 
Paquistão 
Turquemenistão 
Uzbequistão 
Tajiquistão 
afegão, afegã, afegane e afegânico 
Milli Surood 
xsd:double 0.465 
xsd:integer 2014 
xsd:integer 171 
Flag of Afghanistan.svg 
Coat of arms of Afghanistan.svg 
Afghanistan .svg 
Localização do Afeganistão. 
e dari 
CIA map of Afghanistan in 2007.gif 
xsd:integer 157 
xsd:integer 194 
Afeganistão 
xsd:integer 2014 
xsd:integer 693 
xsd:integer 1972 
xsd:integer 2014 
xsd:integer 13051358 
xsd:integer 1979 
xsd:integer 2013 
xsd:integer 37 
xsd:integer 250 
Presidente do Supremo Tribunal 
Afeganistão 
Portal:Afeganistão 
Afeganistão 
Afeganistão 
n/d 
xsd:integer 41 
xsd:integer 652090 
O Afeganistão (em persa e pastó:افغانستان, Afġānistān), oficialmente República Islâmica do Afeganistão é um estado soberano sem litoral, localizado no centro da Ásia, estando na encruzilhada entre o Sul da Ásia, a Ásia Central e a Ásia Ocidental. Povoado por cerca de 29 milhões de habitantes, tem uma área de 647 500 km², sendo o 40.º país mais populoso do mundo e o 40.º maior do mundo em área. Faz fronteira com o Paquistão ao sul e ao leste, com o Irã ao oeste, com o Turcomenistão, Uzbequistão e Tajiquistão ao norte e com China no nordeste. O território do Afeganistão foi um ponto essencial para a rota da seda e para a migração humana. Arqueólogos encontraram evidências de presença humana remontantes ao Paleolítico Médio (ca. 50 000 a.C.). A civilização urbana pode ter começado entre 3 000 e 2 000 a.C. O país fica em uma localização geoestratégica importante que liga o Oriente Médio com a Ásia Central e o subcontinente indiano, tendo sido a casa de vários povos através dos tempos. A terra tem testemunhado muitas campanhas militares desde a Antiguidade, as mais notáveis feitas por Alexandre o Grande, Chandragupta Máuria, Gêngis Cã, pela União Soviética e, mais recentemente, pelos Estados Unidos e pela OTAN. Também foi local de origem de várias dinastias locais como os Greco-bactrianos, Cuchanas, Safáridas, Gaznévidas, Gúridas, Timúridas, Mogóis e muitos outros que criaram seus próprios impérios. A história política moderna do Afeganistão começa em 1709 com a ascensão dos Pachtuns (ou Pastós), quando a dinastia Hotaki foi criada em Candaar seguida por Ahmad Shah Durrani subindo ao poder em 1747. A capital do Afeganistão foi transferida em 1776 de Candaar para Cabul e parte do Império Afegão foi cedida aos impérios vizinhos em 1893. No final do século XIX, o Afeganistão tornou-se um Estado tampão no grande jogo entre os impérios britânico e russo.. Essa circunstância histórica, combinada com o terreno montanhoso do país, impediu o domínio de potências imperialistas sobre o país, mas também resultou em pouco desenvolvimento econômico. Depois da Terceira Guerra Anglo-Afegã e a assinatura do Tratado de Rawalpindi em 1919, o país recuperou o controle de sua política externa com os britânicos.[carece de fontes] Após a revolução marxista de 1978 e a invasão soviética em 1979, uma guerra de 9 anos teve lugar entre as forças rebeldes dos mujahidin apoiadas pelas forças armadas dos Estados Unidos e pelo governo pró-soviético do Afeganistão, em que mais de um milhão de afegãos perderam a vida, principalmente devido a minas terrestres. Isto foi seguido, na década de 1990, pela Guerra Civil do Afeganistão e pela ascensão e queda do governo extremista talibã e pela Guerra do Afeganistão. Em dezembro de 2001 o Conselho de Segurança das Nações Unidas autorizou a criação da Força Internacional de Assistência para Segurança para ajudar a manter a segurança no Afeganistão e ajudar a administração do presidente Hamid Karzai. As décadas de guerra fizeram do Afeganistão o país mais perigoso do mundo, incluindo o título de maior produtor de refugiados e requerentes de asilo. Enquanto a comunidade internacional está reconstruindo o Afeganistão dilacerado pela guerra, grupos terroristas como a rede Haqqani e Hezbi Islami estão ativamente envolvidos em um insurgência talibã por todo o país, que inclui centenas de assassinatos e ataque suicidas. De acordo com a Organização das Nações Unidas, os insurgentes foram responsáveis por 75% das mortes de civis em 2010 e 80% em 2011. 
AFG 
xsd:integer 93 
República Islâmica do Afeganistão 
xsd:integer 253 
xsd:integer 44317089 
Afeganistão 
República Islâmica do Afeganistão 
(Da Afġānistān Islāmī Jomhoriyat) 
(Jamhoriye-e Eslāmī-ye Afġānistān) 
(pastó) 
(persa) 
xsd:double 43.8 
xsd:integer 31108077 
93 
xsd:double 6.5209e+11 
afegão,afegã, afegane e afegânico 
xsd:float 0.465 
AFG 
xsd:float 157.0 
Presidente 
Presidente do Supremo Tribunal 
Primeiro-ministro 
43,8 
<usDollar> 1972.0 
xsd:double 43.5 
xsd:nonNegativeInteger 13051358  31108077 
xsd:positiveInteger 37 
.af 
xsd:nonNegativeInteger 332 
xsd:nonNegativeInteger 48440 
<squareKilometre> 652090.0 
<inhabitantsPerSquareKilometre> 43.5 

data from the linked data cloud