Aeroporto de Congonhas

http://pt.dbpedia.org/resource/Aeroporto_de_Congonhas an entity of type: Thing

O Aeroporto de Congonhas/São Paulo (IATA: CGH, ICAO: SBSP) é o terceiro aeroporto mais movimentado do Brasil. O aeródromo fica na zona sul de São Paulo, no bairro de Vila Congonhas, distrito do Campo Belo, distante 8,7 km do ponto central da cidade e a 28 km do Aeroporto Internacional. É um aeroporto marcado com cicatrizes de graves acidentes aéreos ocorridos ao longo de sua história; É também considerado o aeroporto executivo do Brasil em função do grande número de seus passageiros que viajam a negócios entre São Paulo e outros grandes centros como Rio de Janeiro e Brasília.
Aeroporto de Congonhas 
xsd:integer 802 
xsd:double 17.1 
xsd:integer
CGH 
SBSP 
Aeroporto de Congonhas - Aeronaves.jpg 
Aeroporto de Congonhas/São Paulo 
Público 
xsd:integer 2014 
xsd:integer 205410 
xsd:integer 59540 
xsd:integer 18134071 
xsd:double 802.0 
CGH 
SBSP 
O Aeroporto de Congonhas/São Paulo (IATA: CGH, ICAO: SBSP) é o terceiro aeroporto mais movimentado do Brasil. O aeródromo fica na zona sul de São Paulo, no bairro de Vila Congonhas, distrito do Campo Belo, distante 8,7 km do ponto central da cidade e a 28 km do Aeroporto Internacional. É um aeroporto marcado com cicatrizes de graves acidentes aéreos ocorridos ao longo de sua história; É também considerado o aeroporto executivo do Brasil em função do grande número de seus passageiros que viajam a negócios entre São Paulo e outros grandes centros como Rio de Janeiro e Brasília. Inaugurado em meados dos anos 30 em área descampada, o aeroporto logo foi envolvido pela cidade e se tornou um aeroporto central, atualmente atendendo a grande São Paulo com voos domésticos nacionais e regionais para 26 destinos concentrados na região centro-sul do Brasil. Segundo estatísticas da ANAC de 2013, Congonhas atende 5 das 20 rotas mais movimentadas do Brasil, incluído a ponte aérea Rio-São Paulo, a mais movimentada do país. Congonhas já foi o aeroporto mais movimentado do país entre os anos de 1990 até 2006, quando o acidente com o Voo TAM 3054, em julho de 2007, fez com que muitos voos fossem transferidos para outros aeroportos. Atualmente é o terceiro aeroporto mais movimentado em número de passageiros e em número de aeronaves do Brasil e o primeiro da rede Infraero, após a privatização do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos e do Aeroporto Internacional de Brasília. Ainda hoje o aeroporto opera no limite da capacidade de suas pistas com 536 voos comerciais diariamente, o que equivale a um pouso ou uma decolagem a cada 2 minutos durante o horário de funcionamento do aeroporto - de 06:00 h às 23:00 h. O complexo aeroportuário de Congonhas abrange uma área de aproximadamente 1,6 milhão de metros quadrados, contando com duas pistas com capacidade para até 40 ou 41 operações pouso/decolagens por hora, e um terminal de passageiros com capacidade para atender cerca de 6.500 passageiros por hora. A pista principal do aeroporto é equipada com os sistemas de pouso por instrumentos ALS e ILS, que permitem o aeroporto operar em condições adversas com o mesmo nível de segurança operacional e ajuda a diminuir a quantidade e o tempo de fechamento do aeroporto por conta do clima ruim. A característica mais marcante do Aeroporto de Congonhas é o piso em forma de tabuleiro de xadrez, formado por quadrados em placa de granito preto e mármore branco. Esse piso, da década de 60, incorporou-se ao terminal de passageiros de Congonhas de tal forma que ficou na memória da população, tornando-se a identidade visual do aeroporto. 
xsd:nonNegativeInteger 188 
Aeroporto de Congonhas/São Paulo 
xsd:integer 178025 
xsd:nonNegativeInteger 55641 
xsd:integer 44922253 

data from the linked data cloud