Acento grave

http://pt.dbpedia.org/resource/Acento_grave

O acento grave ( ` ) é um sinal diacrítico usado na escrita grega até 1982, no francês, catalão, galês, italiano, vietnamita, gaélico escocês, norueguês, português, maltês, occitano, sueco, valão, ioruba, chinês (pinyin), macedônio, entre outras línguas.No galês, é usado para denotar o som de uma vogal curta numa palavra que poderia também ser pronunciada com o som de uma vogal longa, por exemplo mẁg ("estúpido") e mwg ("fumaça").Em algumas línguas tonais como o vietnamita (chamado dấu huyền) e o chinês mandarim, o acento grave é usado para indicar um tom reduzido.
Acento grave 
O acento grave ( ` ) é um sinal diacrítico usado na escrita grega até 1982, no francês, catalão, galês, italiano, vietnamita, gaélico escocês, norueguês, português, maltês, occitano, sueco, valão, ioruba, chinês (pinyin), macedônio, entre outras línguas. No grego o acento grave ocorre apenas na última sílaba da palavra, nos casos em que o tom elevado da sílaba (indicada por um acento agudo) era baixado no grego antigo por causa de uma palavra seguinte na mesma sentença. É usado na tradicional ortografia politônica, mas a ortografia monotônica usada para o grego moderno o substituiu pelo acento agudo. Na língua francesa, o acento grave tem dois usos. Na letra e ele sinaliza a pronúncia fonética da vogal: è [ɛ], e e [ə]. Nas letras a e u não afeta a pronúncia e apenas serve para distinguir homônimos. Distingue a preposição à ("para") do verbo a (presente de avoir), assim como distingue là ("lá") do artigo feminino la; é também usado na palavra déjà e na frase çà et là. No catalão, o acento grave (accent obert em catalão) é usado para indicar tonicidade e a pronúncia fonética de certas vogais tônicas, como è [ɛ] versus é [e], ou como ò [ɔ] versus ó [o]. A letra a é a única que usa o acento grave mas não o agudo, enquanto i e u usam apenas o agudo (accent tancat em catalão). É usado às vezes para distinguir palavras homófonas, como, por exemplo, ma ("meu") e mà ("mão"). No galês, é usado para denotar o som de uma vogal curta numa palavra que poderia também ser pronunciada com o som de uma vogal longa, por exemplo mẁg ("estúpido") e mwg ("fumaça"). No italiano, sinaliza tonicidade geralmente em palavras oxítonas, como em virtù ("virtude"), più ("mais") e città ("cidade"), e raramente em palavras proparoxítonas, como vòlgere ("tornar/transformar"). Também é usado obrigatoriamente em palavras monossilábicas: tè ("chá"), già ("já") e è ("é"). E como no italiano as palavras proparoxítonas não recebem acentuação (com exceções) o acento grave também é utilizado para diferenciar palavras para evitar a pronúncia errônea durante a leitura, como em princìpe ("princípio") de principe ("príncipe") e subìto ("sofrido") de subito ("súbito"). Em algumas línguas tonais como o vietnamita (chamado dấu huyền) e o chinês mandarim, o acento grave é usado para indicar um tom reduzido. No gaélico escocês, denota uma vogal longa. Em norueguês (tanto em Bokmål quanto em Nynorsk), o acento grave é usado para indicar tonicidade numa sílaba que poderia também não ser tônica. Também diferencia certas palavras, como por exemplo og ("e") e òg ("também"). O uso popular, possivelmente por causa do uso raro de diacríticos, não respeita muito estas regras, e há certa intercambialidade com o acento agudo. Na transliteração de textos em escrita cuneiforme, um acento grave sobre a vogal indica que o sinal original é o terceiro representando o valor nas listas padrão. Dessa forma u é usado para transliterar o primeiro sinal com o valor fonético [u], enquanto ù translitera o terceiro sinal com o valor [u] (normalmente usado para "e"). 
xsd:nonNegativeInteger 40 
xsd:integer 269918 
xsd:nonNegativeInteger 5069 
xsd:integer 43126204 

data from the linked data cloud