Aborígenes australianos

http://pt.dbpedia.org/resource/Aborígenes_australianos an entity of type: Thing

Os aborígenes australianos são os habitantes originais do continente australiano e de suas ilhas próximas. Dados recentes indicam que os australianos nativos são, provavelmente, descendentes dos primeiros humanos modernos a migrar para fora da África. Eles migraram do continente africano para a Ásia há cerca de 70 mil e chegaram à Austrália em torno de 50 mil anos atrás. Os nativos do Estreito de Torres são indígenas das ilhas localizadas no Estreito de Torres, que estão no extremo norte de Queensland, perto de Papua-Nova Guiné. O termo "aborígene" é tradicionalmente aplicado apenas aos habitantes indígenas do continente australiano e da Tasmânia, junto com algumas das ilhas adjacentes, ou seja: os "primeiros povos" da região. "Australianos indígenas" é um termo abrangente usado para se re
Aborígenes australianos 
xsd:integer 150 
Aborígenes australianos 
xsd:integer 250 
Bandeira aborígene 
Aborígenes australianos em foto de 1939 
xsd:double 0.9 
xsd:double 2.3 
xsd:double 2.9 
xsd:double 3.8 
xsd:double 4.2 
xsd:double 29.8 
xsd:integer 4282 
xsd:integer 18415 
- c. de 670.000 
Os aborígenes australianos são os habitantes originais do continente australiano e de suas ilhas próximas. Dados recentes indicam que os australianos nativos são, provavelmente, descendentes dos primeiros humanos modernos a migrar para fora da África. Eles migraram do continente africano para a Ásia há cerca de 70 mil e chegaram à Austrália em torno de 50 mil anos atrás. Os nativos do Estreito de Torres são indígenas das ilhas localizadas no Estreito de Torres, que estão no extremo norte de Queensland, perto de Papua-Nova Guiné. O termo "aborígene" é tradicionalmente aplicado apenas aos habitantes indígenas do continente australiano e da Tasmânia, junto com algumas das ilhas adjacentes, ou seja: os "primeiros povos" da região. "Australianos indígenas" é um termo abrangente usado para se referir também aos ilhéus aborígenes do Estreito de Torres. Os mais antigos restos humanos encontrados até agora são os do Homem de Mungo, que foram datados em cerca de 40.000 anos (embora a comparação do DNA mitocondrial com a dos aborígines antigos e modernos indicam que o Homem de Mungo não tem relação com os aborígines australianos). No entanto, o tempo de chegada dos antepassados dos indígenas australianos é uma questão ainda em debate entre os pesquisadores, com estimativas que datam de até 125 mil anos atrás. Há uma grande diversidade entre as diferentes comunidades e sociedades indígenas australianas, cada uma com sua própria mistura única de culturas, costumes e idiomas. Na Austrália atual estes grupos são divididos em comunidades locais. Embora houvesse entre 250 e 300 línguas faladas com 600 dialetos no início da colonização europeia, menos de 200 ainda permanecem em uso e todas, exceto 20, são consideradas ameaçadas de extinção. Atualmente, a maior parte do povo aborígene também fala inglês, sendo que a adição de frases e palavras aborígenes está a criar o inglês australiano aborígene. A população de indígenas australianos na época da colonização europeia é estimada entre 318 mil e 1 milhão de habitantes, com uma distribuição semelhante à da população australiana atual, a maioria vivendo no sudeste, centrada ao longo do rio Murray. Desde 1995, a bandeira aborígene australiana e a bandeira dos nativos do Estreito de Torres são consideradas oficiais pelo governo australiano. 
xsd:integer 21197 
xsd:integer 44238702 
Aborígenes australianos 
xsd:nonNegativeInteger 30  4282  18415 
xsd:nonNegativeInteger 89 
xsd:nonNegativeInteger 18864 

data from the linked data cloud