21 (álbum)

http://pt.dbpedia.org/resource/21_(álbum) an entity of type: Thing

21 é o segundo álbum de estúdio da artista musical inglesa Adele. O seu lançamento ocorreu em 19 de janeiro de 2011, através da XL Recordings. O disco possui uma sonoridade inspirada por gêneros como pop, soul e R&B; enquanto a sua instrumentação é composta por bateria, cordas, banjo, acordeão, baixo, violão, guitarra elétrica e elementos musicais da música clássica. Liricamente, as faixas refletem-se ao término de relacionamentos, ao autoexame e ao perdão. As gravações do projeto ocorreram entre maio de 2009 e outubro de 2010 sob a produção da própria cantora juntamente a Jim Abbiss, Paul Epworth, Rick Rubin, Fraser T Smith, Ryan Tedder e Dan Wilson.
21 (álbum) 
left 
right 
Adele - Don't You Remember.ogg 
Adele - Set Fire to the Rain .ogg 
sim 
Produtor 
sim 
março de 2014 
(Uma das canções com maior influência de música pop de todo o disco, a balada "Set Fire to the Rain" situa os tristes vocais de Adele em torno de um arranjo de cordas enquanto a cantora lamenta o fim de um relacionamento.) 
(Em "Don't You Remember", a artista pede a seu ex-amante que negligencie seus erros e lembre-se dos melhores momentos. A faixa é um dos maiores exemplos da influência country em 21.) 
<second> 217.0  250.0  228.0  229.0  316.0  348.0  223.0  243.0  241.0  277.0  287.0 
Adkins 
Adele Adkins, Paul Epworth 
Adkins, Dan Wilson 
Adkins, Epworth 
Adkins, Francis White 
Adkins, Fraser T. Smith 
Adkins, Ryan Tedder 
Adkins, Tedder 
Adkins, Wilson 
Adkins, Wilson, Greg Wells 
Smith 
Epworth 
Tedder 
Rubin 
Jim Abbiss 
Abbiss 
Wilson, Adele 
Críticos musicais notaram influências de Bette Midler e Aretha Franklin na voz de Adele em 21. 
Arethafranklin.jpg 
Bette Midler 1973.JPG 
Capa de 21 por Adele.jpg 
xsd:integer 21 
direita 
Jim Abbiss, Adele, Paul Epworth, Rick Rubin, Fraser T Smith, Ryan Tedder, Dan Wilson 
"Ele [meu ex-namorado] partiu meu coração quando escrevi este disco, então o fato de que as pessoas estão levando [o álbum] aos seus corações é o melhor jeito para recuperar-se. Pena que eu ainda não estou totalmente recuperada. Eu acho que vou levar dez anos para me recuperar da maneira que eu me senti desde meu último relacionamento". 
"O disco inteiro é mais crescido, maduro e sincero. E como aquela letra de "Someone like You" ["Eu também desejo o melhor de tudo para você"]... você não pode guardar rancor para sempre. Isso apenas bota você para baixo. E é apenas algo que eu aprendi no último ano enquanto estava me recuperando de tudo que aconteceu. E eu me sinto melhor por isso. Me sinto mais leve e saudável para não deixar me abater pelas coisas". 
"Seu canto era tão forte e devastador no estúdio, estava claro que algo muito especial estava acontecendo. Os músicos estavam inspirados, já que eles raramente tocavam com o artista presente [no estúdio], muito menos cantando. Hoje em dia, muitas coisas são gravadas como overdubs nas faixas. Isso foi um verdadeiro momento interativo onde nenhum dos músicos sabiam o que eles estavam tocando e que todos estavam ouvindo tão profundamente e descobrindo completamente onde eles se encaixaram toda a música estava encaixando a emoção da performance dos vocais extravagantes de Adele". 
—Adele falando sobre seus sentimentos ao e após compor 21 em entrevista ao Digital Spy. 
—Adele comentando sobre seus sentimentos no disco. 
—Rubin comentando a natureza das sessões de gravação com Adele. 
estúdio 
Faixa bônus digital estadunidense 
"Set Fire to the Rain" 
One and Only 
"Don't You Remember" 
Don't You Remember 
He Won't Go 
I Found a Boy 
I'll Be Waiting 
Take It All 
xsd:integer 200  237  25.0  35.0 
iTunes Live from SoHo 
Rolling Stone 
Chicago Tribune 
The Irish Times 
<second> 2892.0  3109.0 
xsd:integer 2009 
sim 
21 é o segundo álbum de estúdio da artista musical inglesa Adele. O seu lançamento ocorreu em 19 de janeiro de 2011, através da XL Recordings. O disco possui uma sonoridade inspirada por gêneros como pop, soul e R&B; enquanto a sua instrumentação é composta por bateria, cordas, banjo, acordeão, baixo, violão, guitarra elétrica e elementos musicais da música clássica. Liricamente, as faixas refletem-se ao término de relacionamentos, ao autoexame e ao perdão. As gravações do projeto ocorreram entre maio de 2009 e outubro de 2010 sob a produção da própria cantora juntamente a Jim Abbiss, Paul Epworth, Rick Rubin, Fraser T Smith, Ryan Tedder e Dan Wilson. Adele começou a compor canções para 21 em abril de 2009, quando ainda estava envolvida no relacionamento que subsequentemente inspirou o disco. Após a finalização de sua primeira turnê An Evening with Adele (2008-09), ela expressou insatisfação em apresentar-se novamente com a tragédia musical de seu álbum de estreia 19 (2008), e decidiu compor um álbum sucessor que fosse mais alegre e contemporâneo; contudo, as sessões de gravação terminaram prematuramente devido à falta de inspiração. A artista retomou a produção imediatamente após o término de sua relação, canalizando sua dor e depressão nas canções do material. O título do disco foi inspirado pela idade da intérprete durante a sua produção. 21 recebeu análises geralmente positivas da mídia especializada, a qual prezou sua produção discreta, sua autenticidade vintage e os vocais de Adele. Consequentemente, rendeu à cantora e ao projeto uma série de prêmios, indicações e inclusões em listas, vencendo as seis categorias em que foi indicado durante os Grammy Awards de 2012. Comercialmente, o disco desafiou as expectativas modestas da XL, e tornou-se um sucesso inesperado em 2011. Culminou as tabelas musicais de mais de 30 países e conquistou um lugar na edição de 2012 do livro Guinness World Records. Liderou a tabela UK Albums Chart durante 23 semanas, um recorde até então nunca visto, e é o álbum mais vendido do Reino Unido no século XXI e no terceiro milênio, com 4.7 milhões de unidades vendidas até março de 2015, ultrapassando a coletânea musical The Immaculate Collection (1990) da cantora Madonna como o disco feminino mais vendido de todos os tempos no território. Nos Estados Unidos, tornou-se o álbum mais vendido nos anos de 2011 e 2012, recebendo uma certificação de diamante pela Recording Industry Association of America (RIAA). Mundialmente, foi o álbum mais vendido nos anos de 2011 e 2012 e comercializou mais de 30 milhões de cópias, sendo o trabalho mais vendido do século XXI, bem como da década de 2010. A fim de promover o disco, cinco singles foram lançados. O primeiro, "Rolling in the Deep", foi um sucesso comercial, liderando tabelas de 11 países e qualificando-se como a música mais vendida dos Estados Unidos em 2011. Os dois seguintes, "Someone like You" e "Set Fire to the Rain", alcançaram êxito semelhante, sendo que a primeira atingiu a liderança de paradas musicais em mais de dez países e tornou-se o primeiro número um da artista na UK Singles Chart. "Rumour Has It" e "Turning Tables" foram as últimas faixas de trabalho a serem distribuídas, e obtiveram desempenho comercial moderado. Como forma de divulgação, Adele apresentou-se em premiações e programas televisivos e embarcou na turnê Adele Live (2011). Profissionais definiram 21 como uma mudança do estado abertamente sexual e bombástico da música pop, e atribuíram seu sucesso crítico e comercial às suas canções universalmente e profundamente autobiográficas. 
Inglês 
xsd:nonNegativeInteger 414 
21 
xsd:integer 2815446 
xsd:nonNegativeInteger 139336 
xsd:integer 44880174 

data from the linked data cloud