Ópera de Sydney

http://pt.dbpedia.org/resource/Ópera_de_Sydney an entity of type: Thing

A casa da Ópera de Sydney (em inglês Sydney Opera House), também conhecida como Teatro de Sydney, é um dos edifícios de espetáculo mais marcantes a nível mundial, e um dos símbolos da Austrália, localizada na cidade de Sydney.A construção, projetada por Jørn Utzon, começou em 1959 e está localizada sobre a Baía de Sydney. Apesar de o arquiteto ter abandonado o projeto em 1966, o edifício foi inaugurado em 20 de outubro de 1973.O maior auditório, conhecido como Concert Hall, tem capacidade para 2690 espectadores sentados.Fica próxima da Ponte da Baía de Sydney, uma famosa ponte na cidade.
Ópera de Sydney 
-53.85666666666667 50.21527777777778 
xsd:float -53.8567 
xsd:float 50.2153 
xsd:integer 2007 
xsd:integer 166 
xsd:integer 350 
Opera House, em Sydney. 
Ópera de Sydney 
Opera House, emSydney. 
A casa da Ópera de Sydney (em inglês Sydney Opera House), também conhecida como Teatro de Sydney, é um dos edifícios de espetáculo mais marcantes a nível mundial, e um dos símbolos da Austrália, localizada na cidade de Sydney. A construção, projetada por Jørn Utzon, começou em 1959 e está localizada sobre a Baía de Sydney. Apesar de o arquiteto ter abandonado o projeto em 1966, o edifício foi inaugurado em 20 de outubro de 1973. Utzon ganhou o concurso internacional de arquitetura para a Ópera de Sydney em 1957, aos 38 anos. Havia 232 candidatos e terá sido o arquitecto finlandês Eero Saarinen, que fazia parte do júri, a apoiar o seu projeto. Fez a obra com o engenheiro anglo-dinamarquês Ove Arup e o edifício demorou anos a ser construído (de 1956 a 1973). A polemica instalou-se e, em 1966, quando Jorn Utzon abandonou a direção da obra e a Austrália, para onde se tinha mudado com a sua família. As razões deste afastamento terão sido as divergências que o arquitecto teve com o seu cliente por causa da acústica e da derrapagem no orçamento (em mais de mil por cento). Quando o edifício da Ópera de Sydney ficou concluído em 1973, constituiu uma marca geográfica, na verdadeira acepção da palavra, que colocou a Oceania no mapa mundial. A Ópera de Sydney tem cerca de 1000 divisões, incluindo cinco teatros, cinco estúdios de ensaio, dois auditórios, quatro restaurantes, seis bares e numerosas lojas de recordações. Alguns pormenores da obra, nomeadamente no seu interior, não foram acabados segundo os seus planos. Utzon nunca chegou a visitar o edifício, mesmo depois de se ter reconciliado com a Fundação da Ópera de Sydney nos anos 1990 e mais tarde o seu filho Jan, também arquitecto, ter feito a renovação do interior do edifício, aproximando-o mais daquilo que o pai tinha projetado. O maior auditório, conhecido como Concert Hall, tem capacidade para 2690 espectadores sentados. Fica próxima da Ponte da Baía de Sydney, uma famosa ponte na cidade. 
xsd:nonNegativeInteger 22 
Ópera de Sydney 
xsd:integer 186775 
xsd:nonNegativeInteger 3734 
xsd:integer 43483395 

data from the linked data cloud